sexta-feira, 29 de junho de 2012

SOBRADINHO, O ÍBIS DO DF

Todos conhecem a fama que o clube pernambucano Íbis tem de ser o pior do mundo!
No ano de 1961, no segundo campeonato oficial da Federação Desportiva de Brasília, a campanha do Sobradinho foi de fazer inveja ao Íbis!
No dia 16 de julho de 1961, fez sua estréia no campeonato sofrendo a primeira goleada: 5 x 1 a favor do Guará. O jogo foi realizado no Estádio Israel Pinheiro, do Guará. O árbitro foi Joventino A. de Oliveira. Pelé marcou para o Sobradinho e Léo (3) e Severo (2) para o Guará.
Na segunda rodada, no dia 23 de julho de 1961, a “surra” foi pior ainda: Alvorada 9 x 1 Sobradinho. O local foi o Estádio Ciro Machado do Espírito Santo e Antônio Alves Mattos foi o árbitro. Élcio (2), Jason (2), Mexicano (2), Moacir, Nelson e Chico marcaram os gols do Alvorada e Ceará o do Sobradinho.
Brinca-se com a frase “nada está tão ruim que não possa piorar”! E foi isso que aconteceu no dia 30 de julho de 1961, na terceira rodada do campeonato: Rabello 12 x 0 Sobradinho. No Estádio Paulo Linhares e sob a arbitragem de Jorge Cardoso, Nilo (5 vezes), Arnaldo (3), Carioca (2), Joãozinho e Roberto assinalaram os gols do Rabello.
Na quarta rodada, realizada no dia 13 de agosto de 1961, outra grandiosa goleada: Planalto 9 x 1 Sobradinho. O local do “atropelamento” foi o Estádio Duílio Costa. O árbitro foi Moacir Siqueira e os gols foram marcados por Brasil (5), Lima (2) e Azulinho (2) para o Planalto e Valmir para o Sobradinho.
Depois desses desastres, o Sobradinho solicitou à Federação para não mais disputar os jogos restantes, em virtude da crise financeira que atravessava.
Resumo do desastre: quatro jogos, 3 gols a favor e 35 contra (quase média de 9 gols contra por jogo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário