domingo, 17 de dezembro de 2017

JOGOS INUSITADOS: Brancos x Negros - 1967


Seleção de Negros: Quincas, Juca, Bimba, Dico, Noel e J. Pereira;
Ramalho, Cid, Baiano, Zé Grillo e Jaime
Há 50 anos, no dia 17 de dezembro, foi realizado um amistoso para comemorar o encerramento da temporada de 1967, no Estádio Ciro Machado do Espírito Santo, envolvendo duas seleções: uma formada por jogadores negros e a outra por brancos.
Antes, no dia 5 de dezembro, trinta jogadores, quinze para cada lado, foram convocados (alguns não atenderam à convocação, sendo substituídos por outros jogadores). Para a seleção dos brancos foram convocados Zé Walter, Axel, Guairacá e Arnaldo, do Guará; Didi, João Dutra e Zezé, do Rabello; Juci e Crispim, do Colombo; Walmir, Alaor Capella e Solon, do Defelê; Macedo e Miranda, do Flamengo, e Nilson, do Cruzeiro. Para o time dos negros foram selecionados: Dico, Bimba, Luizinho, Tião e Cid, do Rabello; Chico, Juarez, J. Pereira e Jaime, do Flamengo; Juca, Ramalho e Nando, do Cruzeiro; Quincas, do Defelê; Noel, do Guará, e Baiano, do Colombo.
Takegi Koresawa foi o árbitro do jogo, que terminou empatado em 2 x 2. Os gols foram todos marcados no 2º tempo. Aos 4 minutos, Ramalho recebeu um belo passe de Quincas e centrou rasteiro, indo a bola para a ponta esquerda, para Jaime assinalar o primeiro gol dos negros sem problema. Aos 15 minutos, num pênalti cometido por Bimba, João Dutra empatou para os brancos. Aos 32, Pepe atirou forte da ponta-direita, Dico tentou colocar a bola para fora, mas ela foi cair dentro do gol, virando o jogo para os brancos. Faltando dois minutos para terminar o jogo, Jaime empatou o jogo, cobrando pênalti.
Somente na quarta série de penalidades máximas é que se definiu a vitória a favor dos negros. Na primeira e segunda, foram todos convertidos. Na terceira, cada um perdeu um e, na quarta série, os brancos perderam a primeira cobrança, depois dos negros terem convertido todos os três que cobrou.
Jaime bateu os pênaltis para os negros (que tiveram como goleiro Tonho) e João Dutra cobrou as penalidades dos brancos (com Walmir no arco para as defesas).
Assim jogaram as equipes:
Seleção de Negros - Dico (Tonho), Juca, Noel, Bimba e J. Pereira (Zé Paulo); Quincas e Zé Grillo; Ramalho, Baiano (Santos), Cid (Melro) e Jaime. Técnico: Didi de Carvalho.
Seleção de Brancos - Zé Walter (Walmir Gato), Didi, Milton, Décio e Wilson Godinho; João Dutra e Axel; Pepe, Solon, Alaor Capella e Crispim. Técnico: Hector Gritta.
Ao final do encontro tivemos a entrega das taças. Jardel Noronha de Oliveira entregou a Taça “Justiça e Disciplina” aos vencedores do encontro, na pessoa do atacante Cid, capitão da equipe dos negros. O goleiro Zé Walter, dos brancos, recebeu a taça “Wadjô Gomide”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário