domingo, 26 de junho de 2011

UPIS CINCO VEZES CAMPEÃ BRASILEIRA DE FUTEBOL UNIVERSITÁRIO – 2ª parte


De 22 a 28 de outubro de 2007, Goiânia tornou-se a capital do futebol universitário. Atletas de 16 instituições de ensino superior de 12 Estados chegaram à cidade para a disputa do X Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol. As partidas ocorreram nos campos do Estádio Aníbal Toledo e do Centro de Lazer da OAB (CEL), em Aparecida de Goiânia, e no Centro de Treinamento da UCG (Campus II), em Goiânia.
Na primeira fase a equipe da UPIS atropelou seus três adversários: 7 x 0 na Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA), do Ceará, 4 x 0 na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), da Bahia e 6 x 1 na Universidade Federal do Paraná-UFPR. Os gols da UPIS neste jogo foram marcados por Anderson, Flávio Ramos (2), Rodrigo e Juninho (2).
Em partida válida pelas quartas-de-final, a UPIS superou a representação da Universidade Católica de Goiânia, classificando-se para a semifinal. A vitória de 2 x 0 foi alcançada somente na prorrogação, após empate sem gols no tempo normal. Os gols foram marcados por Juninho e Hudson.
Na semifinal, derrotou a equipe da FEEVALE, de Novo Hamburgo (RS), por 2 x 0, qualificando-se, mais uma vez, para a final da competição.
No dia 28 de outubro, a UPIS conquistou o inédito título de tetracampeão brasileiro de futebol universitário. Na final, voltou a enfrentar a FTC, da Bahia, vencendo pelo placar de 2 x 0, com gols de Adílio e Flávio.
A campanha da UPIS foi inquestionável, chegando ao título de maneira invicta, sem nenhuma derrota, marcando 23 gols e sofrendo apenas um em todo o evento.


O XI Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol foi realizado em Curitiba (PR), de 21 a 28 de setembro de 2008, e contou com a participação de 16 instituições de ensino superior representando 12 Estados brasileiros.
Novamente sem dar chances aos seus adversários, a UPIS venceu todos os jogos.
Na primeira fase estes foram os resultados: 2 x 0 na ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, de São Paulo, 7 x 1 na Universidade Federal do Mato Grosso e 4 x 2 na UEL – Universidade Estadual de Londrina (PR).
Nas quartas-de-final o adversário foi a Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, de Ilhéus (BA). A vitória veio através do clássico placar de 3 x 1.
Numa das semifinais, encontrou a tradicional rival Universo, de Goiânia. Após jogo disputadíssimo, com várias modificações no marcador, o placar de 4 x 3 a favor da UPIS.
A UPIS chegou ao inédito título de pentacampeã brasileira universitária de futebol ao vencer na partida final a tradicional equipe da Universidade de Vila Velha. A vitória foi de 2 x 0, gols de Robson e Maurício.


Com essa conquista a UPIS ganhou o direito de representar o Brasil em uma competição sul-americana, que aconteceu entre os dias 20 e 24 de janeiro de 2009, nas cidades de Montevidéu e Punta Del Este, no Uruguai.
Como forma de apoiar o relacionamento entre as universidades dos países presentes em sua rede, o Universia lançou a Copa Universia. Participaram do torneio universidades representando oito países da América Latina, distribuídos em quatro grupos (mata-mata). Um sorteio definiu a distribuição das equipes: Argentina (Universidad Nacional de Córdoba) x Peru (Universidad de Lima), Brasil (UPIS) x Chile (Universidad de las Américas), México (Universidad Panamericana de Bonaterra) x Colômbia (Universidad de Antioquia) e Uruguai (Universidad de Montevideo) x Venezuela (Universidad Central de Venezuela)
No dia 20, no Carrasco Pólo Club, em Montevidéu, a UPIS venceu a Uiversidad de las Américas, do Chile.
Dois dias depois, no mesmo local, venceu a Universidad Nacional de Córdoba, da Argentina, por 1 x 0. O jogo foi bastante disputado. O gol da UPIS saiu nos primeiros minutos de jogo. Aos 22 minutos, a equipe argentina chegou a empatar, mas o gol foi anulado pelo bandeirinha, que apontou impedimento no lance. Com 29 minutos jogados, Robson, da UPIS, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O time argentino começou o segundo tempo pressionando, mas não conseguiu chegar ao gol de empate nem mesmo quando, aos 27 minutos da segunda etapa, passou a contar com dois homens a mais em decorrência da expulsão do brasileiro Hudson.
A grande final foi realizada no dia 24 de janeiro de 2009, no Campo de Maldonado, em Punta del Este, contra a contra a Universidad de Antioquia (Colômbia).
O jogo foi um dos mais disputados e emocionantes da Copa, com direito à decisão nos pênaltis. Durante o jogo, cada time fez dois gols e na prorrogação o placar foi de 1 x 1. Depois de muita expectativa, na cobrança de pênaltis, Hugo marcou o gol que deu o título da competição à equipe brasileira.
A décima-segunda edição do Campeonato Brasileiro aconteceu em Vitória (ES), de 20 a 26 de setembro de 2009. Inscreveram-se treze equipes da Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Na primeira fase foram divididas em quatro grupos, de onde as duas melhores garantiriam vaga nas disputas de quartas-de-final.
No estádio da Estiva, a UPIS estreou no dia 22 contra a Universidade Federal do Maranhão – UFMA, goleando-a por 7 x 0. Confirmou o primeiro lugar do Grupo A e a classificação para as quartas-de-final ao derrotar no dia 23 a equipe da UNIP (SP), por 2 x 0.
Nas quartas-de-final, disputadas no dia 24 de setembro, a UPIS enfrentou um difícil adversário, a Mackenzie, de São Paulo, e derrotou-a por 1 x 0.
Nas disputas da semifinal, no dia 25, a Universidade de Vila Velha bateu a UPIS, nos pênaltis, por 4 x 2, após empate em 2 x 2 no tempo normal e 0 x 0 na prorrogação. Os gols da UPIS foram de Flávio, o Siri, camisa 10 da equipe candanga, e de Rafael. Nos pênaltis, o goleiro capixaba, Edgar Sales, de 25 anos, aluno do 1º semestre de Educação Física, e jogador da equipe do GEL (ES), defendeu as cobranças de Adriano e Wallacy e garantiu a vitória do time capixaba.
Na disputa do bronze, as equipes da Faculdade de Tecnologia e Ciências (BA) e da UPIS fizeram uma partida bastante equilibrada. Mas os artilheiros não estavam calibrados e o empate em 0 x 0 no tempo no normal e na prorrogação também levou a disputa para os pênaltis. E a manhã estava para os goleiros. Ítalo Lopes, da FTC, segurou duas cobranças da UPIS, de Thiago e Rafael, artilheiro da equipe candanga e do torneio. No final, 4 x 2 para os baianos.
O 13º e último Campeonato Brasileiro Universitário foi realizado em Aracaju (SE), de 5 a 11 de setembro de 2010. Quinze instituições de ensino superior disputaram essa competição. Foram divididas em quatro grupos, com as duas melhores de cada chave passando para as quartas-de-final.
Os campos da Universidade Tiradentes e dos estádios João Hora de Oliveira e Lourival Baptista receberam as partidas do Brasileiro Universitário de Futebol.
A estréia da UPIS foi no dia 6 de setembro, contra a Universidade Federal de Sergipe – UFS. Vitória magra de 1 x 0. No dia 7, na segunda rodada, enfrentou a Universidade Federal do Maranhão – UFMA e venceu com folga por 4 x 0, garantindo-se, por antecipação, nas quartas-de-final. Só para cumprir tabela, enfrentou e goleou a Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC, de Ilhéus (BA), por 5 x 0.
Nas quartas-de-final, no dia 9 de setembro, a UPIS enfrentou o IBGM – Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing, de Recife (PE). Vitória apertada de 2 x 1 da UPIS.
Com este resultado, garantiu-se nas semifinais. A FTC, da Bahia, vendeu caro a derrota para a UPIS, no dia 10 de setembro. Os times empataram a partida no tempo normal e na prorrogação e a vaga para a decisão só foi definida na disputa por pênaltis. Melhor para os candangos que marcaram 4 x 2.
A grande final, no Estádio Lourival Baptista, o Batistão, a UPIS enfrentou a Universidade de Vila Velha (ES) em partida marcada pelo equilíbrio e alta qualidade técnica das duas principais equipes do futebol universitário brasileiro. No tempo normal, empate em 1 x 1. Na prorrogação, a UPIS conseguiu novamente ficar na frente do placar, mas a UVV voltou a conseguir o empate, levando a partida para a disputa de pênaltis, quando a UVV saiu vitoriosa, conquistando o 1º lugar na competição.
Com esse resultado a UPIS continua em 1º lugar do Ranking Nacional do Futebol Universitário, seguido pela UVV.
O 14º Campeonato Brasileiro Universitário de Futebol será realizado em São Paulo, no mês de outubro, e a UPIS tentará chegar ao seu hexacampeonato brasileiro.

3 comentários:

  1. Em que cidade vai ser o campeonato?
    Qual o período?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. A UPIS chegou ao hexa-campeonato dia 16 de novembrode 2013, em Uberlândia-MG :)

    ResponderExcluir