segunda-feira, 18 de maio de 2015

A HISTÓRIA DO FUTEBOL NAS CIDADES-SATÉLITES: Sobradinho - 5ª parte


O FUTEBOL AMADOR

No Distrito Federal já foram promovidas grandes competições de futebol amador. E nelas sempre foi excelente o desempenho dos clubes de Sobradinho. Para termos ideia da força do futebol amador de Sobradinho, das cinco Copas Arizona realizadas, quatro tiveram como campeões clubes da cidade. Logo depois surgiu a Copa Dreher, que também teve como campeão um clube de Sobradinho. E isso se tornou realidade em muitos outros torneios de futebol amador. A seguir, vejamos como essa história foi contada.

COPA ARIZONA

A Copa Arizona foi um torneio de futebol disputado de 1974 a 1980 e envolvia clubes amadores de todo o Brasil.
Era organizado e patrocinado pela Companhia Souza Cruz (Cigarros Arizona) e pelo jornal "A Gazeta Esportiva", de São Paulo.
Após as fases municipais, estaduais e regionais, que classificavam equipes de vários Estados, as finais (fase nacional) eram sempre disputadas na cidade de São Paulo.
A primeira edição foi realizada em 1974 e envolveu 1.024 clubes de 10 Estados.
A primeira vez que Brasília promoveu essa competição foi em 1975. A empresa local que patrocinou o evento foi o jornal Correio Braziliense.
Inscreveram-se 64 equipes amadoras de todo o Distrito Federal, algumas delas já tendo passado pelo quadro de filiados da então Federação Metropolitana de Futebol (hoje Federação Brasiliense de Futebol).
No sistema eliminatório (mata-mata), a competição foi realizada de 23 de março até 25 de maio de 1975. No caso de não se conhecer um vencedor no tempo normal de jogo, a decisão seria na cobrança de pênaltis.
Seis equipes de Sobradinho se inscreveram nessa competição: Ajax, Barcelona, Campineira, DNO, UISS e Unidos de Sobradinho.
Duas delas chegaram até as semifinais, disputadas no dia 18 de maio de 1975: a Campineira perdeu para o Humaitá, por 2 x 1, e o Unidos de Sobradinho venceu o Penharol, por 2 x 0.
Na decisão do 3º lugar, a Campineira massacrou o Penharol por 7 x 0, enquanto que, na final, o Unidos de Sobradinho fez 2 x 0 no Humaitá, conquistando o título de campeão. Os gols foram marcados por Litinho e Chenco. Formou o Unidos de Sobradinho com Ari, Russo, Maurílio, Sir Peres e Carlos; Orlando, Antoninho (Lula) e Marcos; Chenco, Litinho e Zezinho. Técnico: Chileno.
Logo depois, o Unidos de Sobradinho disputou as finais da Copa Arizona em São Paulo, no período de 19 a 22 de junho de 1975. No sistema “mata-mata”, foi eliminado pela S. E. Ouro Verde, de Ijuí (RS), ao ser derrotado por 4 x 2.

Sir Peres, à direita, ajudando a carregar o troféu
de vice-campeão da Copa Arizona de 1976
A competição de 1976 contou, inicialmente, com a participação de mais de mil equipes, com eliminatórias regionais. Na Chave de Brasília, a Campineira, de Sobradinho, foi a campeã, indo para São Paulo participar da fase final. Antes de chegar a decisão, o time de Brasília ganhou do Artur Alvim, de São Paulo (1 x 0), no dia 20 de junho de 1976, e do Boqueirão, do Paraná (2 x 0), em 26 de junho. Na decisão, no dia 27 de junho de 1976, a equipe brasiliense foi derrotada pelo Golfinho, de Guarulhos (SP), por 1 x 0. Neste jogo, a Campineira atuou sem o seu melhor atacante, o goleador Zé Afonso.
A partida, em seu tempo normal, terminou empatada em 0 x 0, sendo necessária a realização da prorrogação. Só no segundo período desta prorrogação é que o Golfinho chegou à vitória.
No jogo final, a Campineira contou com esses jogadores: Ari, Cláudio, Zezão, Sir Peres e Marcos; Peba (Dorival), Toti e Júlio; Vino, Dásio (Antônio Carlos) e Santos.

Na Fase Classificatória da Copa Arizona de 1977, os clubes inscritos foram divididos em três chaves: uma com com 32 clubes de Taguatinga, Ceilândia, SHIS Norte e Gama. A outra, com o mesmo número de clubes representando Sobradinho e Plano Piloto. E a terceira, com clubes do Guará e Cruzeiro.
Classificaram-se para a Fase Final os dois melhores de cada chave, que foram: Ajax, do Cruzeiro Novo, Clube de Regatas do Guará, Royal, de Taguatinga, Dom Bosco, da Ceilândia e Campineira e União, ambos de Sobradinho.
Os jogos da Fase Final tiveram os seguintes resultados: Campineira 3 x 1 Guará, Ajax 4 x 0 União e Royal 4 x 1 Dom Bosco.
No sorteio foi definido que o primeiro jogo seria entre Royal e Ajax. No tempo regulamentar, Royal 0 x 0 Ajax. Nos pênaltis, vitória do Royal.
A final foi disputada no dia 8 de maio de 1977. E a Campineira chegou ao bicampeonato depois de vencer o Royal, por 4 x 2. No 1º tempo, Vino marcou para a Campineira, e Wanner I fez o gol do Royal. No segundo tempo, Tody desempatou para a Campineira e Jaime voltou a empatar. Japão e Vino marcaram os outros dois gols da vitória da Campineira.
A Campineira formou com Ari (Paraíba), Zezão, Dorival (Marcos), Zé Domingos e Japão; Gerson, Júlio e Tody; Vino, Santos e Zé Afonso (Dázio).
O Ajax foi o terceiro colocado e o Guará o quarto.
Com esse resultado, o Campineira qualificou-se para disputar a fase interestadual, nos dias 27, 28 e 29 de maio, em Brasília, contra o Monte Cristo (campeão de Goiânia) e o Mago (vencedor de Anápolis).
No primeiro jogo Monte Cristo 0 x 0 Mago. No segundo, outro empate de 0 x 0 entre Campineira e Mago. No terceiro e decisivo jogo, a Campineira venceu o Monte Cristo, por 1 x 0, gol de Marcos.
A Campineira foi campeã com Ari, Japão, Zezão, Sir Peres e Marcos; Júlio, Peba e Santos (Toti); Vino, Zé Afonso (Santiago) e Dázio.
Na Fase Final, em São Paulo, no dia 9 de junho a Campineira enfrentaria o vencedor do jogo entre Rigesa (SP) e Ajax (SC). A Campineira passou pelo Rigesa por 1 x 0 e enfrentou na outra fase o Francisco Xavier Imóveis, do Rio de Janeiro, no dia 11 de junho. Após 0 x 0 no tempo regulamentar, a Campineira perdeu nos pênaltis (5 x 4) e foi disputar o terceiro lugar contra o Botafogo, da Penha (SP), no dia 12 de junho. O clube paulista venceu por 2 x 0. A Campineira ficou com a quarta colocação.

No ano de 1978 o Unidos de Sobradinho voltou a vencer a Copa Arizona de Futebol Amador. Na final, aconteceu empate de 1 x 1 entre Unidos de Sobradinho e Royal, de Taguatinga. Nos pênaltis, vitória e o segundo título do Unidos de Sobradinho nessa competição.
No entanto, não conseguiu classificação para a Fase Final em São Paulo, perdendo a vaga regional para o Monte Cristo, de Goiânia (GO).

Em 1979 foi quebrada a hegemonia do futebol de Sobradinho na Copa Arizona, ficando o título com um time de Taguatinga, o Leal.
Mesmo assim, o futebol de Sobradinho foi bem representado, colocando dois times entre os seis melhores.
Nos três jogos que apontaram os três finalistas aconteceram os seguintes resultados: Unidos de Sobradinho 3 x 1 Ajax (de Sobradinho), Leal 4 x 0 DPJ (Plano Piloto) e Musa (de Taguatinga) 1 x 1 Pratão (do Guará) - nos pênaltis, vitória do Musa por 3 x 2.
No dia 1º de maio de 1979, Leal e Unidos de Sobradinho empataram em 1 x 1 no tempo regulamentar. Nos pênaltis: Leal 4 x 3 Unidos de Sobradinho.
Na final, Leal 3 x 0 Musa.
O Leal venceu também a fase regional e ficou com a terceira colocação na fase nacional.

COPA DREHER

A Souza Cruz deixou de realizar a Copa Arizona e, em 1981, o Conhaque Dreher passou a promover a Copa Dreher de Futebol Amador, com a mesma forma de disputa da Copa Arizona, ou seja, classificatórias estaduais e uma fase final em São Paulo.
Na Fase Classificatória, uma das chaves foi formada por 12 clubes de Sobradinho.
A final do torneio foi disputada no dia 1º de novembro de 1981, no Estádio Chapadinha, em Brazlândia.
A Campineira venceu o Royal por 2 x 1, gols de Baduca e Santiago, para a Campineira, com Sandoval descontando.
Formou a Campineira com Paulo, Israel, Espirro, Pimenta e Paulinho; Gelson, Santiago e Mauro; Vino, Gilberto (Edson) e Baduca (Reinaldo). Técnico: Manoel Augusto.
Na condição de campeão do Distrito Federal, o clube de Sobradinho representou o Distrito Federal na Fase Regional do torneio, que contou ainda com Serra Dourada, de Goiânia, Mago, de Anápolis e Pingo de Ouro, de Minas Gerais.
Os jogos da primeira rodada foram: Mago 2 x 1 Pingo de Ouro e Serra Dourada 1 x 0 Campineira.
Na decisão do 3º lugar, a Campineira voltou a ser derrotada, desta vez diante do Pingo de Ouro, por 2 x 0. Na final, o Serra Dourada goleou o Mago por 4 x 1.

CAMPEONATO DE FUTEBOL AMADOR DE SOBRADINHO

Apesar de algumas tentativas de se criar uma liga e organizar um campeonato reunindo os clubes amadores de Sobradinho, a verdade é que essas entidades nada faziam em prol do futebol amador da cidade.
Isso fez com que alguns clubes tomassem à frente e passassem a organizar seus próprios campeonatos.
Um desses eventos contou com o apoio do Administrador Regional, Pedro Rodrigues, que inclusive esteve presente e deu o pontapé inicial no dia 7 de janeiro de 1973, quando começou o campeonato de futebol de Sobradinho, com a participação das equipes do América, Apolo, Resende, Santos, Unidos de Sobradinho e UISS - Unidade Integrada de Saúde de Sobradinho.
Para a fase final do campeonato se classificaram as equipes do Apolo, Santos, UISS e Unidos de Sobradinho.
A rodada final, realizada no dia 9 de maio de 1973, no campo do Unidos de Sobradinho, teve duas partidas que fizeram parte do programa comemorativo de aniversário da cidade.
A partir das 14 horas, jogaram Santos x Apolo e às 16 horas, Unidos de Sobradinho x UISS.
O Unidos de Sobradinho era o grande favorito para a conquista do título, necessitando de um simples empate para sagrar-se campeão.
Tendo vencido o Santos e contando com a derrota do Unidos, o Apolo sagrou-se campeão, com um gol de saldo a mais que as equipes do Unidos de Sobradinho e do UISS.

Também em 1973 foi a primeira e única vez em que dois clubes de Sobradinho se inscreveram num campeonato promovido pela federação de futebol do Distrito Federal. No 1º turno, no dia 30 de setembro de 1973, no Pelezão, o América venceu o Unidos de Sobradinho por 2 x 1. Ary marcou os dois gols do América e Paulinho descontou para o Unidos.
No segundo turno, no dia 13 de janeiro de 1974, novamente no Pelezão, o América voltou a derrotar o Unidos, desta vez por 3 x 1.
Marcaram os gols do América Zé Pereira, Ulisses e Messias, enquanto que Renilson marcou o gol de honra do Unidos.
Buck Jones Lassi era o técnico do América, enquanto Sebastião Bezerra, o Chileno, dirigiu o Unidos de Sobradinho. Detalhe: o Unidos de Sobradinho atuou com nove jogadores.
Na classificação final desse campeonato, porém, o Unidos de Sobradinho ficou à frente do América, terminando no quinto lugar. O América ficou em nono (dez clubes disputaram esse campeonato).

No ano seguinte, 1974, esses dois clubes se afastaram da Federação Metropolitana de Futebol.
O primeiro foi o América. Em 10 de junho de 1974, aconteceu a Assembleia Geral Extraordinária que decidiu pela desfiliação do América.
Depois de disputar o primeiro turno do campeonato brasiliense desse ano, o Unidos de Sobradinho desistiu de continuar disputando a competição antes de ser iniciado o segundo turno. Em 24 de setembro de 1974, O Unidos de Sobradinho Atlético Clube solicitou licença pelo período de um ano.

Tal qual aconteceu em 1975 (o qual não achamos o resultado final), em 1976 o campeonato de Sobradinho voltou a ser promovido pelo Vasco da Gama, que incentivou seus co-irmãos e patrocinou o evento.
Os jogos da chave dos vencedores foram realizados no campo perto da Estação Rodoviária e reuniram Tocantins 3 x 0 Ajax e Campineira 4 x 0 Laminação Brasília.
O título de campeão foi decidido entre Tocantins e Campineira, ficando com o primeiro.

OUTROS TORNEIOS EM 1976

Em novembro de 1976, no campo do Guarany, no Gama, foi realizado um torneio promovido pelo Jornal de Brasília, em disputa da Taça “Jaime Câmara”. Participaram cinco equipes do Gama, dois do Plano Piloto e o Unidos de Sobradinho.
Na primeira partida, o Unidos venceu o Juventus, do Gama, por 2 x 0. Em sua segunda participação, o Unidos goleou outro time do Gama, o Mundial, por 6 x 0, classificando-se para a final, contra o Nacional, do Plano Piloto. A vitória coube ao Unidos, pelo placar de 1 x 0, gol de Roque.
Logo depois o Unidos de Sobradinho promoveu a Taça “XV de Novembro”, que contou com a participação de 14 equipes de várias cidades-satélites do Distrito Federal. Desta vez, o Unidos não foi feliz, sendo eliminado na primeira rodada, por outro clube de Sobradinho, o Oriente. O Comercial, de Planaltina, foi o campeão do torneio.
No mês de dezembro foi a vez do Vasco da Gama, de Sobradinho, promover um torneio com a participação de 20 equipes amadoras de cidades do DF. A Campineira foi a campeã, após vencer, na final, nos pênaltis, ao Nacional, da Confederal, após 0 x 0 no tempo normal. O Vasco da Gama foi o terceiro colocado.


Após brilhante campanha (campeão da Primeira Fase, da Fase Classificatória e campeão absoluto da Segunda Etapa), a Campineira sagrou-se campeã de 1977 ao vencer o Vasco da Gama, na decisão do campeonato, por 1 x 0, gol de Toti, ainda no primeiro tempo, ao cobrar uma falta.

A Campineira sagrou-se campeã com Paraíba, Gelson (Ivanilson), Zezão, Sir Peres e Marcos; Baduca, Pintinho (Hugo) e Toti; Dazio (Power), Zé Afonso e Vino (Santos).

FUNDAÇÃO DA A. S. D.

Vários desportistas de Sobradinho se reuniram no dia 18 de maio de 1978, no primeiro andar da Churrascaria Mônica, para estudarem a fundação da liga de esportes daquela cidade-satélite.
O primeiro nome sugerido foi Liga de Esportes de Sobradinho.
Compareceram a esta reunião o major Carlos, do 1º Batalhão da Polícia Militar, Teodoro Freire, da Universidade de Brasília, Elias Santana, Raimundo Ocimar Fernandes de Oliveira (que secretariou a reunião), Otacílio Pereira, Erotildes Fernando da Silva, Raulino Pereira Araújo, Armando Albuquerque Lima, Levi Gomes da Silva e Sebastião Bezerra, o Chileno.
No dia 22 de maio de 1978 foram aprovados os estatutos da nova liga, que passou a se chamar oficialmente Associação Sobradinhense de Desportos - ASD. Também foi escolhida a primeira diretoria, com Raimundo Ocimar Fernandes de Oliveira eleito para Presidente. Agostinho Pereira Ventura, o ex-craque Sabará, foi eleito 1º Secretário, e Wilson Pinto de Oliveira, 1º Tesoureiro.
A partir de 1989, a ASD foi transformada em LADES - Liga das Associações Desportivas de Sobradinho. Foi Presidente da entidade em 1989 Marcelo Ribeiro Alves.
Eis a lista dos vencedores dos 37 campeonatos de futebol amador promovidos pela ASD/LADES:

ANO
CAMPEÃO
1978
TOCANTINS
1979
CASA DO CICLISMO
1980
CAMPINEIRA
1981
CAMPINEIRA
1982
CASA DO CICLISMO
1983
SERRANO
1984
KOSMOS
1985
AMÉRICA
1986
BOTAFOGO
1987
AMÉRICA
1988
AMÉRICA
1989
AMÉRICA
1990
AMÉRICA
1991
POTÉ
1992
AMÉRICA
1993
AMÉRICA
1994
BOTAFOGO
1995
SANTO ANTÔNIO
1996
SANTO ANTÔNIO
1997
SANTO ANTÔNIO
1998
UNIDOS
1999
SANTO ANTÔNIO
2000
SANTO ANTÔNIO
2001
SANTO ANTÔNIO
2002
SANTO ANTÔNIO
2003
SANTO ANTÔNIO
2004
ABARKA
2005
SANTO ANTÔNIO
2006
ASTEKA
2007
SOBRADINHENSE
2008
SANTO ANTÔNIO
2009
KOSMOS
2010
ASTEKA
2011
ASTEKA
2012
ASTEKA
2013
ABARKA
2014
SOBRADINHENSE

RESUMO DOS TÍTULOS


SANTO ANTÔNIO
10
AMÉRICA
7
ASTEKA
4
ABARKA
2
CASA DO CICLISMO
2
CAMPINEIRA
2
SOBRADINHENSE
2
BOTAFOGO
2
KOSMOS
2
UNIDOS
1
TOCANTINS
1
SERRANO
1
POTÉ
1

COPA SOBRADINHO

O segundo torneio em importância promovido pela ASD/LADES é a Copa Sobradinho, cuja primeira edição aconteceu em 1988. No período de 1999 a 2004, a competição não foi disputada.
Tal qual acontece no campeonato, o Santo Antônio também é o maior vencedor, com 4 títulos.

Os vencedores das 21 edições da Copa Sobradinho foram:

ANO
CAMPEÃO
1988
KOSMOS
1989
ATLÂNTIDA
1990
SANTO ANTÔNIO
1991
AMÉRICA
1992
KOSMOS
1993
UNIDOS
1994
POTÉ
1995
SANTO ANTÔNIO
1996
AMÉRICA
1997
UNIÃO SÃO JOÃO
1998
SANTO ANTÔNIO
2005
SANTO ANTÔNIO
2006
DINÂMICA
2007
LEÃO DA SERRA
2008
SOBRADINHENSE
2009
KOSMOS
2010
ASTEKA
2011
ABARKA
2012
ASTEKA
2013
MINAS ESPORTE
2014
EVANGELHO

RESUMO DOS TÍTULOS:

SANTO ANTÔNIO
4
KOSMOS
3
AMÉRICA
2
ASTEKA
2
SOBRADINHENSE
1
POTÉ
1
DINÂMICA
1
EVANGELHO
1
ATLÂNTIDA
1
ABARKA
1
UNIÃO SÃO JOÃO
1
UNIDOS
1
MINAS ESPORTE
1
LEÃO DA SERRA
1

CAMPEONATO AMADOR DA FMF

Em 1978 o Unidos de Sobradinho participou do 1º Campeonato de Futebol Amador promovido pela Federação Metropolitana de Futebol, depois da implantação do profissionalismo no Distrito Federal (em 1976). Vinte equipes tomaram parte. O Unidos de Sobradinho ficou entre as oito melhores colocadas.
Na primeira fase (cujo início aconteceu em 5 de novembro de 1978) as equipes foram divididas em cinco chaves.
O grupo do Unidos de Sobradinho, o D, teve a seguinte classificação final: 1º - Curitiba, 2º - Unidos de Sobradinho, 3º - Milionários e 4º - Bernardo Sayão.
O Unidos de Sobradinho foi retirado do campeonato por não cumprir o parágrafo 11 do artigo 13 do regulamento da competição, que estipulava uma taxa de Cr$ 1.000,00 para os participantes da fase final do campeonato. Mesmo avisado, o representante do clube não compareceu a entidade e o clube foi substituído pelo Milionários, terceiro colocado do Grupo D.

Colaboração: Luiz Gomes.


Um comentário:

  1. Esqueceram de dizer q pedro pereira camisa 10 do america foi a maior jogador do amador de tds os tempos!!!

    ResponderExcluir