Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

TÚNEL DO TEMPO: O QUE ACONTECEU HÁ 50 ANOS (01 a 30.11.1962)

 
 
 
01.11.1962
Eis os convocados para representarem o Distrito Federal no Campeonato Brasileiro de Seleções:
GOLEIROS: Gonçalinho (Presidência), Matil e Walmir (Defelê) e Marco Antônio (Rabello);
ZAGUEIROS: Aderbal (Guará), Edilson Braga (Cruzeiro do Sul), Enes (Rabello) e João (Nacional);
MEIAS: Bimba (Rabello) e Sir Peres (Guará);
ATACANTES: Arnaldo e Joãozinho (Rabello), Ely, Alaor Capella e Ramiro (Defelê), Cid, Tião I e Tião II (Colombo) e Zezito (Guará).
A Comissão Técnica era formada por Aliatar Pinto de Andrade, Waldyr de Carvalho e Paulo Linhares. O preparador físico foi Walter Machado da Costa e o massagista Leonardo Ferreira.

04.11.1962
A Seleção do Distrito Federal estreia no Campeonato Brasileiro de Seleções derrotando a representação do Mato Grosso, por 2 x 1. O jogo foi realizado no Estádio Israel Pinheiro, em Brasília (DF) e teve como árbitro Lourandyr de Castro Gomes.
Marcaram os gols Cid e Ramiro para o Distrito Federal e Lara para o Mato Grosso.
Assim formaram as duas seleções:
DISTRITO FEDERAL: Gonçalinho, Aderbal, Edilson Braga, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Arnaldo (Zezito).
MATO GROSSO: Airton, Pelé, Sílvio, Dunga e Virgílio; Ariomar e Garrafinha; Bira, Dario, Tachinha e Lara.

07.11.1962
Em sua segunda apresentação no Campeonato Brasileiro, a seleção do Distrito Federal perde para o selecionado do Mato Grosso, por 1 x 0, gol de Tachinha. O local do jogo foi o Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá (MT) e contou com a arbitragem de Uir Castilho.
O Mato Grosso formou com Airton, Pelé, Dunga, Virgílio, Ariomar e Jovino; Garrafinha; Bira (Ilmar), Tachinha, Magalhães e Everaldo.
Já a seleção do Distrito Federal atuou com Gonçalinho, Aderbal, Oswaldo, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Raimundinho (Alaor Capela).

11.11.1962
Com uma vitória para cada lado, fez-se necessária a realização de um terceiro jogo entre as seleções de Mato Grosso e do Distrito Federal para verificar quem passaria para a Segunda Fase do Campeonato Brasileiro.
Assim, as duas seleções enfrentaram-se novamente no Estádio Presidente Dutra, em Cuiabá.
No tempo normal de jogo, as seleções não marcaram gols, permanecendo o 0 x 0 até o final. Na prorrogação, Ely marcou o gol da vitória de 1 x 0 a favor da Seleção do Distrito Federal.
O árbitro foi Romeu Nosela Filho, de São Paulo, e as equipes estiveram assim formadas:
MATO GROSSO: Airton, Pelé, Dunga, Garrafinha e Virgílio; Ariomar e Sílvio; Bira, Tachinha, Magalhães e Everaldo.
DISTRITO FEDERAL: Gonçalinho (Matil), Aderbal, Oswaldo, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Ramiro, Cid, Ely e Raimundinho (Matarazzo).

15.11.1962
Dando sequência ao Campeonato Brasileiro, a Seleção do Distrito Federal foi surpreendida pelo selecionado de Goiás no primeiro jogo entre ambas as representações.
Logo aos três minutos de jogo, Laílson marcou o que seria o gol da vitória dos goianos por 1 x 0.
O jogo, realizado no Estádio “Israel Pinheiro”, em Brasília (DF), foi arbitrado por Urias Crescente Alves Junior (GO), auxiliado por Jorge Cardoso e Josué Costa Araújo, de Brasília (DF).
Formaram as equipes com:
DISTRITO FEDERAL - Gonçalinho, Aderbal, Oswaldo (Edilson Braga), Bimba e Enes; João e Matarazzo; Baiano, Joãozinho, Ely e Arnaldo.
GOIÁS: Campeão, Pedro Peres, Osmar, Clévio e Tido; Olacir e Sete Léguas; Fabinho, Laílson, Artur e Orestes.

18.11.1962
No jogo de volta, no Estádio Pedro Ludovico, em Goiânia (GO), a Seleção do Distrito Federal deu adeus ao Campeonato Brasileiro, ao sofrer nova derrota diante do selecionado de Goiás, desta vez por 2 x 0, gols de Orestes e Artur.
Lourandyr Gomes Castro, de Brasília, foi o árbitro e as equipes formaram com os seguintes jogadores:
GOIÁS: Campeão, Clévio, Pedro Peres, Paulinho e Tido; Osmar e Olacir; Sete Léguas, Artur, Laílson e Orestes.
DISTRITO FEDERAL: Gonçalinho, Aderbal, Edilson Braga, Bimba e Enes; João e Joãozinho; Baiano, Cid, Ely e Arnaldo (Raimundinho).

25.11.1962
Após a paralisação para a realização dos jogos do Campeonato Brasileiro de Seleções, o campeonato brasiliense voltou a ser disputado.
No Estádio Israel Pinheiro, o Grêmio venceu o Colombo, por 3 x 2. O árbitro foi Jorge Cardoso e os gols foram marcados por João, Belchior e Itiberê para o Grêmio e Cid (2) para o Colombo.

No outro jogo da rodada, que teve como local o Estádio Ciro Machado do Espírito Santo, aconteceu empate em 1 x 1 entre Defelê e Guará. Ramiro marcou para o Defelê e Zizi assinalou o gol do Guará. O árbitro foi Lourandyr de Castro Gomes, que expulsou de campo Zé Paulo, do Defelê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário