Total de visualizações de página

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

CLUBES DE BRASÍLIA: O ATLÉTICO DE BRAZLÂNDIA






A história do Clube Atlético de Brazlândia surgiu depois da extinção do União Futebol Clube, um dos primeiros times amadores de futebol de campo de Brazlândia. 
Depois da extinção foram formados dois times: o E. C. Marechal Rondon e o Clube Atlético de Brazlândia. Alguns jogadores foram para o Rondon comandado pelo saudoso Carabina, que também era jogador do time do União (lateral-direito), ficando a outra parte dos jogadores no Atlético, sob o comando de Sebastião Maria da Encarnação; o popular Pelé. 
O Atlético foi fundado no dia 7 de setembro de 1971.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

NASCEU MIGUEL, O SEGUNDO NETO DE JOSÉ RICARDO ALMEIDA




Pesando 3,510 kg e medindo 50 centímetros, nasceu às 21:57 horas do dia 29 de outubro de 2014, na Maternidade Brasília, MIGUEL, o segundo neto de José Ricardo Almeida e Marinês.
Miguel é o primeiro filho de Melissa e Clever.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

SÚMULAS: 1ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILIENSE DA 1ª DIVISÃO DE 2005





BANDEIRANTE 0 x 2 CFZ
Data: 15.01.2005
Local: Metropolitana
Árbitro: Jorge Paulo Gomes
Renda: R$ 664,00
Público: 332 pagantes
Gols: Fernandes, 44 e 72
BANDEIRANTE: Carlão, Sorin, César, Binha e Branco; Dodô (Marcos Parazinho), Paulo Sérgio, Flávio Katioco (Erasto) e Júlio César; Joacil e Serginho Brasília (André). Técnico: Bilzão.
CFZ: Robson, André Luís, Renato Mello, Rodrigo Mello e Thiaguinho; Isaías, Ceará (Andrezinho), Fernandes e Wallace (Betinho); Coelho (Fábio William) e Ricardinho. Técnico: Édson Boaro.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

JOGOS INUSITADOS: SANTA CRUZ x NÁUTICO

 


No dia 21 de agosto de 1960, no Estádio dos Aflitos, Náutico e Santa Cruz iriam disputar mais um amistoso em suas histórias.
O resultado final foi um empate de 3 x 3.
Até aí nada de anormal!
O inusitado dessa partida foi a presença de dois jogadores que atuavam no futebol de Brasília, Múcio e Íris.
Múcio, médio-volante com passagens por Atlético Mineiro e Palmeiras, e tendo disputado o campeonato brasiliense de 1959 pelo Guará, fazia sua estreia como jogador do Santa Cruz. Íris, que havia sido artilheiro do campeonato brasiliense de 1959, recebeu o convite de Múcio para ir até Recife. De última hora, resolveu viajar, pegou uma Rural que era da família e partiu para a capital pernambucana.
Todo o esforço de Íris foi compensado ao marcar o primeiro gol do Santa Cruz (os outros foram marcados por Jorginho e Nilsinho). Hamilton substituiu Íris no segundo tempo. Fernando José, duas vezes, e Tião assinalaram os gols do Náutico.
Múcio permaneceu no Santa Cruz até dezembro daquele ano (em 1961, jogou no Náutico), mas Íris retornou para Brasília depois do jogo.
A renda do jogo foi de Cr$ 186.330,00.
Sob a arbitragem de Argemiro Félix de Sena, o Sherlock, as duas equipes jogaram assim:
SANTA CRUZ: Borracha, Geroldo, Nagel, Múcio e Nenzinho; Biu e Íris; Gildo, Lua, Nilsinho e Jorginho. Técnico: Amaury Santos.
NÁUTICO: Valdemar, Nancildo, Zequinha, Cícero e Hélmiton; Bertoldo e Geraldo José; Tião, Aguinaldo (Nado), Afonsinho e Fernando José.

domingo, 26 de outubro de 2014

OS CLUBES DO DF NO CAMPEONATO BRASILEIRO DAS SÉRIES B, C e D - 1980/2014



No último dia 19.10.2014, o Brasiliense foi eliminado do Campeonato Brasileiro da Série D, pelo Brasil, de Pelotas (RS), com o desempate acontecendo nas cobranças de pênaltis, após dois resultados iguais nos jogos de ida e volta: 2 x 1.
Além de perder a vaga para a Série C de 2015, o Brasiliense também poderia fazer com que o futebol do DF completasse o seu milésimo jogo nas séries B, C e D do Campeonato Brasileiro, caso viesse a disputar a final da Série C.
A primeira vez que se disputou uma competição nacional da Segunda Divisão ou Taça de Prata ou Série B foi em 1980. Posteriormente foram criadas as séries C e D. De 1980 até 2014, tivemos a participação de 18 equipes representando o futebol do DF, as quais proporcionaram a seguinte distribuição de jogos, ano a ano e por séries:



ANO
B
C
D
TOTAL DE JOGOS
1980
13
13
1981
7
2
9
1982
5
5
1983
5
5
1984
2
2
1985
2
2
1986
8
8
1987
6
6
12
1988
19
19
1989
26
26
1990
6
6
1991
26
26
1992
14
10
24
1994
10
10
20
1995
46
46
1996
8
14
22
1997
17
12
29
1998
23
23
1999
10
10
2000
17
24
41
2001
16
16
2002
22
22
2003
45
10
55
2004
35
30
65
2005
18
18
2006
74
12
86
2007
74
12
86
2008
74
74
2009
38
8
8
54
2010
38
8
16
62
2011
13
16
29
2012
18
16
34
2013
20
7
27
2014
20
20
TOTAL
561
346
89
996

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

RETRATO 3 x 4: MEIO QUILO



Em janeiro de 2004, a diretoria do Atlético Mineiro anunciou que Meio Quilo era mais um reforço do clube para a temporada. Aos 21 anos, o meio-campo Lucimar Rodrigues, o Meio Quilo, havia se destacado na Copa Itatiaia de futebol amador, com a camisa do Canto do Rio, de Brumadinho, sagrando-se campeão da competição no ano de 2003.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

RABELLO x PLANALTO, FINAL DO TORNEIO INÍCIO DE 1960





A primeira competição oficial da Federação Desportiva de Brasília no ano de 1960 foi o Torneio Início (que levou o nome de Taça "Governador Roberto Silveira"), realizado no dia 4 de setembro de 1960, no Estádio Israel Pinheiro, do Guará.
A imprensa escrita e falada foi incansável no apoio à primeira competição oficial da FDB.
Solicitaram inscrição 16 clubes: Associação Atlética Guanabara, Associação Esportiva Edilson Mota, Brasil Central Atlético Clube, Central Clube Nacional, Clube de Futebol e Regatas Alvorada, Clube de Regatas Guará, Consispa Esporte Clube, Defelê Futebol Clube, Esporte Clube Industrial, Esporte Clube Planalto, Esporte Clube Real de Brasília, Expansão Esporte Clube, Grêmio Esportivo Brasiliense, Pederneiras Esporte Clube, Rabello Futebol Clube e Sobradinho Esporte Clube.
Conforme previa o regulamento, os jogos foram realizados em dois tempos de dez minutos cada, sem intervalo. No caso de empate, haveria a decisão por pênaltis, três para cada equipe, na primeira série. O jogo final foi em dois tempos de 30 minutos cada, com intervalo de dez minutos.
A decisão do torneio, no 15º jogo do dia, entre Rabello e Planalto, agradou aos aficcionados, sendo decidida na prorrogação de dez minutos, quando Nilo, cobrando penalidade máxima aos nove minutos, deu a vitória de 1 x 0 e o título de campeão ao Rabello. Conquistou, assim, o Rabello o primeiro troféu de campeão de sua história.
O Rabello jogou com Gaguinho, Leocádio e Paulo; Capixaba, Antônio e Alberto; Léo, Baianinho, Zé Carlos, Nilo e Motorzinho. Já o Planalto atuou com Issinha, Ventura, Ferreira e Rhodes; Wolney e Cardoso; Ferreira, Moreira, Carlos, Édson Galba e Prego.
Aos campeões foram conferidas medalhas de ouro; aos vice-campeões, medalhas de prata.
Segundo parecer dos técnicos que assistiram a todos os jogos do Torneio Início, o meia-esquerda Nilo, do Rabello, foi a melhor expressão individual e técnica da competição.

domingo, 19 de outubro de 2014

COMISSÕES TÉCNICAS DOS CLUBES PARTICIPANTES DO CAMPEONATO BRASILIENSE DA SEGUNDA DIVISÃO DE 2003


ARUC
 
DIRETOR: Márcio Coutinho (Careca)
SUPERVISOR:
Adilson Alves Pereira (Feijão)
TÉCNICO:
Jorgenei Nery da Silva
PREPARADOR FÍSICO:
Marcos Aurélio Sudário
MASSAGISTA:
Francisco Fernandes Romeiro


BOSQUE FORMOSA
 
SUPERVISOR: Cacildo de Paula Cassiano, Waldeon dos Santos Silva e Darci de Souza Geraci
TÉCNICO:
Antônio Pereira das Neves
PREPARADOR FÍSICO:
Evaldo Gonçalves de Andrade e Augusto Mota
MÉDICO:
Edgard Coleto de Melo Filho
MASSAGISTA:
Wilson José da Rocha
 

BRASÍLIA
 
SUPERVISOR: Roberto Marques e José Roberto Buani
TÉCNICO:
Ahlaemyr Pinheiro de Lemos (Ahlá)
PREPARADOR FÍSICO:
Nilson Ramos Siqueira
MÉDICO:
Jussara Argolo Guilharde
MASSAGISTA:
Aramis de Souza Costa
 

CEILANDENSE
 
SUPERVISOR: Eurípedes Bueno de Morais e Flávio Bueno
TÉCNICO:
Hudson Pereira, Eurípedes Bueno de Morais e Nivaldo Bonfim da Silva
PREPARADOR FÍSICO:
Sebastião Freitas Teixeira
MASSAGISTA:
Gilsélio da Silva Fiola e Marcos Henrique de A. das Chagas
 

PARANOÁ
 
SUPERVISOR: Roberval de Paula Teixeira
TÉCNICO:
Mozair Barbosa
PREPARADOR FÍSICO:
Altair Siqueira
MÉDICO:
Walter Rios
MASSAGISTA:
Luiz Fernando dos Santos e Ubirajara C. de Souza
 

PLANALTINA
 
DIRETOR: Geraldo Dias de Oliveira
SUPERVISOR:
Jovino Pereira
TÉCNICO:
Pedro Ramos Mendes
PREPARADOR FÍSICO:
Saulo Doca, Ricardo de Jesus Israel e Roberto Carlos do Nascimento
MÉDICO:
Juliano Falcão
MASSAGISTA:
Ivone Ferreira de Souza
 

PLANALTINENSE
 
SUPERVISOR: Joaquim Augusto da Silva e Alair Mendes
TÉCNICO:
Francisco Ubiraci Rodrigues de Oliveira (Bira)
PREPARADOR FÍSICO:
Sérgio Alves dos Santos e Franco de Oliveira
MASSAGISTA:
Carlos Alberto F. dos Anjos (Sapo), Renato Magalhães Dantas e Elias Alves
 

SAMAMBAIA
 
SUPERVISOR: Carlos Félix e Silva
TÉCNICO:
Marcos Antônio da Silva "Marquinhos Bahia" e José Lopes de Oliveira (Risada)
AUXILIAR TÉCNICO:
Raimundo Ayres de Santana
PREPARADOR FÍSICO:
Fernando Julião Darcílio
MASSAGISTA:
Aziel de Aguiar Silva
 

SANTA MARIA
 
SUPERVISOR: Alcides Geraldo da Silva e José Lopes Neto
TÉCNICO:
Jairani Ferreira da Silva
PREPARADOR FÍSICO:
Luiz Carlos dos Santos Silva
MASSAGISTA:
Carlos Alberto Caldeira
 

SOBRADINHO
 
SUPERVISOR: Fernando Alexandre J. da Silva
TÉCNICO:
Everton Antunes Benevides
PREPARADOR FÍSICO:
Antony Ribeiro da Silva
MASSAGISTA:
Sebastião Guedes Monteiro.