Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

NATAL ... ANO NOVO ... FÉRIAS

 

Este blog vai ficar sem atualizações de 25 de dezembro de 2012 a 5 de janeiro de 2013, quando estarei viajando e, portanto, fora de Brasília.
Aproveito para desejar aos amigos leitores do blog um Natal cheio de alegria, com muita saúde e paz de espírito, família reunida e tudo de bom que houver.
Agradeço as demonstrações de carinho e amizade ao longo de mais este ano e em 2013 aguardo vocês novamente para passarmos mais um ano juntos, alcançando novas vitórias e realização pessoal.
Em 2013 ...




sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

COM ZIZINHO, SELEÇÃO DE BRASÍLIA EMPATA COM VASCO DA GAMA




Para comemorar seu segundo ano de vida, Brasília realizou diversas festividades no dia 21 de abril de 1962. Uma delas foi o jogo de futebol reunindo o Vasco da Gama e a Seleção de Brasília.

OS CONVOCADOS

Os convocados pela Comissão Técnica formada por Oswaldo Cruz Vieira, Aliatar Pinto de Andrade e Waldyr de Carvalho (Didi) para defenderem a seleção de Brasília foram:
GOLEIROS: Matil (Defelê), Gonçalinho (Guanabara) e Bola Sete (Guará);
LATERAIS-DIREITO: Alberto (Nacional) e Edilson (Cruzeiro do Sul);
ZAGUEIROS-CENTRAIS: Beto II (Guará) e Eufrásio (Nacional);
QUARTOS-ZAGUEIROS: Bimba (Rabello) e Múcio (Guará);
LATERAIS-ESQUERDO: Enes (Rabello) e Oswaldo (Defelê);
MÉDIOS-VOLANTES: Índio (Guará) e Remis (Grêmio);
PONTEIROS-DIREITO: Nelício (Guanabara) e Ramiro (Defelê);
MEIAS-ARMADORES: Alaor Capela (Rabello) e Invasão (Defelê);
CENTRO-AVANTES: Ely (Defelê) e Zezito I (Nacional);
PONTAS-DE-LANÇAS: Beto I (Nacional) e Zezito II (Alvorada) - substituídos por Ubaldo (Planalto) e Ceninho (Cruzeiro do Sul)
PONTEIROS-ESQUERDO: Reinaldo (Defelê) e Arnaldo (Rabello)
Técnico: Didi
Preparador Físico: Walter Machado da Costa
Massagista: Fuminho

Alguns jogadores não obedeceram à chamada da Federação, outros se contundiram antes da apresentação; para substituí-los foram chamados: Gaguinho (Rabello), Jair (Planalto), Aderbal e Sabará (Guará), Beto Pretti (Cruzeiro do Sul) e Matarazzo (Defelê).

O JOGO

O selecionado brasiliense esteve melhor durante sessenta dos noventa minutos jogados, só não conseguindo expressivo triunfo pela falta de sorte de seus atacantes e também devido ao grande número de substituições que prejudicaram o rendimento da equipe.
Além de encontrar grande resistência no goleiro adversário, Matil, o Vasco da Gama teve sempre dificuldade de armar seus ataques, pela falta de apoio no meio-de-campo, onde o meia-esquerda Beto Pretti, de Brasília, ganhava a maioria das jogadas contra Lorico e Écio, no primeiro tempo.
No segundo tempo, quando a equipe de Brasília reforçou-se com a entrada de Zizinho no centro do ataque e as inúmeras substituições realizadas no segundo tempo serviram para quebrar a continuidade do jogo, pois tanto o Vasco da Gama como a seleção de Brasília não conseguiram entrosar suas equipes com as seguidas mudanças e deslocações no ataque e na defesa.

A SÚMULA DO JOGO

SELEÇÃO DE BRASÍLIA 1 x 1 VASCO DA GAMA
Local: Estádio “Vasco Viana de Andrade”
Árbitro: Amílcar Ferreira, do Rio de Janeiro
Gols: Arnaldo, 15 e Saulzinho, 43
SELEÇÃO DE BRASÍLIA: Matil, Jair (Aderbal), Edilson Braga, Bimba (Zezito) e Enes; Sabará (Reinaldo) (Matarazzo) e Beto Pretti; Ubaldo (Invasão), Alaor Capela (Zizinho), Ely (Ceninho) e Arnaldo.
VASCO DA GAMA: Ita, Paulinho, Brito, Barbosinha e Coronel (Russo); Écio (Laerte) e Lorico (Roberto Pinto); Sabará (Joãozinho), Javan, Saulzinho e Da Silva.
Além de Zizinho, outro convidado especial foi o ex-craque Arthur Friedenreich.

DESTAQUES

O técnico Jorge Vieira, que estreava no comando do Vasco da Gama, deu declarações aos jornais dizendo-se impressionado com a atuação de três jogadores do selecionado brasiliense: Matil, Sabará e Beto Pretti.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

10ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILIENSE DE 2008


ESPORTIVO 2 x 3 UNAÍ
Data: 20 de março de 2008
Local: Cave (Guará)
Árbitro: Wales Martins de Souza
Renda: R$ 1.115,00
Público: 203 pagantes
Gols: Élton (contra), 7; Clein, 55; Gustavo Lopes, 62; Rodrigo, 64 e Léo Guerreiro (pênalti), 71.
ESPORTIVO: Aylton, Wellington Cássio, Élton, Natan e André Ottoni (Haroldinho); Camilo (Valmir), Rodolfo, Paulo César Jabuticaba e Igor (Simão); Gustavo Lopes e Léo Guerreiro. Técnico: Marquinhos Bahia.
UNAÍ: Márcio, Clein, Roberto, Cláudio Negão e Geovane (Higor); Daniel, Valdenir, Val e Fábio Moura (Luciano Milagres); Geraldo e Darciel (Rodrigo). Técnico: Alexandre Matos.

DOM PEDRO II 1 x 0 GAMA
Data: 22 de março de 2008
Local: Metropolitana (Núcleo Bandeirante)
Árbitro: Renato Acioli
Renda: R$ 4.565,00
Público: 1.039 pagantes
Expulsão: Maykon
Gol: Rodrigo Mello, 27.
DOM PEDRO II: Osmair, Rodrigo Mello, Ivisson e Mello; Amaral, Ferrugem (Gilmar), Zé Ricarte, Maninho (Juninho) e Fábio; Mazinho Brasília e Michel (Thiago). Técnico: José Lopes Risada.
GAMA: Rafael Córdova, Índio (Leto), Ozéia, João Vítor e Maykon; Lucas, Henrique, Tiago Bezerra e Marquinhos (Dendel); Ésley e Valdo (Almir Sergipe). Técnico: Ademir Fonseca.

BRAZLÂNDIA 1 x 0 LEGIÃO
Data: 23 de março de 2008
Local: Chapadinha (Brazlândia)
Árbitro: Sérgio Carvalho
Renda: R$ 2.079,00
Público: 823 pagantes
Gol: Daniel, 91
BRAZLÂNDIA: Abraão, David (Liuson), Renato, Piu e Magrão; Daniel, Welton, Kiki (Fabrício) e Fernando; Leandro Porto (Dida) e Edicarlos. Técnico: Sílvio de Jesus.
LEGIÃO: Fernando, Paulo Ricardo, Ícaro, Thiago Eciene e Kaká; Erivaldo, Didão, Marcelinho (Edmar) e Evandro Chaveirinho (Rodriguinho); Chefe e Michel Platini (Joãozinho). Técnico: Reinaldo Gueldini.

CEILÂNDIA 1 x 1 BRASILIENSE
Data: 23 de março de 2008
Local: Abadião (Ceilândia)
Árbitro: Wilton Sampaio
Renda: R$ 7.935,00
Público: 1.587 pagantes
Gols: Dimba, 28 e Rodrigo Félix, 56.
CEILÂNDIA: Sérgio Vittori, Erick (Peu), Sídio, Panda e Boby; Ricardo (Diego), Thompson, Diego Macedo e Luiz Fernando (Tiago); Rodrigo e Rodrigo Félix. Técnico: Ricardo Oliveira.
BRASILIENSE: Guto (Luiz Müller), Patrick, Júnior Baiano (Padovani), Aílson e Gleidson; Coquinho, Bidu (Agenor), Rodriguinho e Iranildo; Jóbson e Dimba. Técnico: Gerson Andriotti.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

GRANDES RESULTADOS DO FUTEBOL BRASILIENSE: GAMA 2 x 2 SÃO PAULO



Poucos dias antes desse jogo, em 19 de março de 1980, o Gama havia sofrido uma goleada em Porto Alegre, diante do Grêmio, por 5 x 1.
Retornando a Brasília, seria a vez de enfrentar outra pedreira, o São Paulo, no dia 23 de março de 1980.
Já aos sete minutos de jogo, Serginho recebeu a devolução de um passe perfeito a Renato, esperou a saída do goleiro Hélio e escolheu o canto para fazer o primeiro gol do São Paulo.
Tudo indicava que o Gama levaria outra goleada. Antes do gol de Serginho, Renato já se encarregara de perder excelente oportunidade, aos quatro minutos. E depois do gol as oportunidades se acumularam.
Zé Sérgio perdeu um gol feito, aos 15 minutos. Aos 17, Teodoro acertou um bom chute a gol, mas Hélio conseguiu defender. Aos 28, era a vez de Ailton Lira participar de um lance perigoso, concluindo para fora.
Com a falta de pontaria dos jogadores do São Paulo, o Gama começou a crescer em campo. As descidas dos laterais Carlão e Odair começaram a complicar o sistema defensivo paulista, já inseguro pela má atuação de Airton e as vaciladas proporcionadas pelo gordo zagueiro Marião.
Os meio-campo do Gama foi crescendo, encolhendo os espaços para as saídas do São Paulo e, nos últimos quinze minutos do primeiro tempo chegou a merecer o empate, que apenas não saiu pelos erros de Fantato e Robertinho, certamente assustados pelas facilidades oferecidas.
No segundo tempo, a pressão do Gama recomeçou com a partida. Aos cinco minutos, três bolas já haviam cruzado a frente do gol de Valdir Peres, sem serem aproveitadas.
Serginho permanecia isolado na frente, enquanto Renato desdobrava-se para auxiliar Teodoro e suprir a “ausência” de Ailton Lira.
Afinal, aos sete minutos, o Gama conseguiu empatar: o ponta Roldão continuou seu passeio pelo setor esquerdo da defesa do São Paulo, cruzou para a cabeça de Manoel Ferreira, que mandou a bola na trave. Na sequência, o artilheiro Fantato apenas empurrou a bola para o fundo do gol.
A passividade do time paulista continuou. Aos 15 minutos, novamente Fantato encontrou-se frente à frente com Valdir Peres, mas perdeu o gol por precipitação no arremate.
Aos 17, Roldão passou por Airton, deu a Santana que, após dois dribles em Gassem e Teodoro, deixou livre o ponta Robertinho. Este ainda deixou Valdir Peres caído, escolheu o canto e desempatou a partida.
Só então Carlos Alberto Silva, técnico do São Paulo, pareceu percebeu que as coisas não iam bem para sua equipe. Fez sair Edu para a entrada de Assis. Aos 23 minutos, Dario Pereyra entrou no lugar de Teodoro, cansado de tanto remendar as falhas grosseiras de sua defesa.
Ainda assim, o Gama continuou melhor, vencendo as divididas no meio-campo, buscando o terceiro gol, que definiria a partida e sua classificação para a segunda fase da Taça de Ouro. Aos 24 minutos, o ponteiro Roldão perdeu nova chance, chutando para fora.
Aos 32 minutos, Serginho foi derrubado na entrada da área, de frente para o gol. Com sua habitual maestria, Ailton Lira chutou à meia altura, no canto esquerdo de Hélio, sem defesa.
Nos minutos finais, as duas equipes pareciam satisfeitas. Ao final, um resultado justo: 2 x 2.
Eis a ficha técnica desse jogo:

GAMA 2 x 2 SÃO PAULO
Data: 23 de março de 1980
Local: Bezerrão, Gama (DF)
Árbitro: Carlos Costa (RJ)
Renda: Cr$ 672.150,00
Público: 9.633 pagantes
Gols: Serginho, 7; Fantato, 54; Robertinho, 62 e Ailton Lira, 77.
GAMA: Hélio, Carlão, Décio, Roberto Chaves e Odair; Santana, Luís Carlos e Manoel Ferreira; Roldão, Fantato e Robertinho. Técnico: Davi dos Santos.
SÃO PAULO: Valdir Peres, Nei, Marião, Gassem e Airton; Teodoro (Dario Pereyra), Renato e Ailton Lira; Edu (Assis), Serginho e Zé Sérgio. Técnico: Carlos Alberto Silva.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

NONA RODADA DO CAMPEONATO BRASILIENSE DE 2008


BRASILIENSE 0 x 0 DOM PEDRO II
Data: 13 de março de 2008
Local: Serejão
Árbitro: Sérgio Carvalho
Renda: R$ 4.610,00
Público: 1.482 pagantes
BRASILIENSE: Guto, Thiaguinho, Aílson, Júnior Baiano e Gleidson; Coquinho, Bidu, Rodriguinho e Adrianinho (Athirson); Thiago Félix (Joãozinho) e Dimba (Moré). Técnico: Gerson Andriotti.
DOM PEDRO II: Osmair, Ivisson, Jadir (Luciano) e Mello; Amaral, Ferrugem (André Bahia), Zé Ricarte, Maninho (Júnior Paranoá) e Fábio; Mazinho Brasília e Michel. Técnico: José Lopes Risada.

LEGIÃO 3 x 0 UNAÍ
Data: 16 de março de 2008
Local: Mané Garrincha
Árbitro: Alexandre Andrade
Renda: R$ 7.583,00
Público: 2.485 pagantes
Gols: Erivaldo, 15; Michel Platini, 89 e Edmar, 90
LEGIÃO: Fernando, Paulo Ricardo, Ícaro (Rodriguinho), Thiago Eciene e Kaká; Erivaldo, Didão, Marcelinho (Leandro) e Kim; Michel Carioca (Edmar) e Michel Platini. Técnico: Reinaldo Gueldini.
UNAÍ: Márcio, Clein, Roberto, Cláudio Negão e Geovane; Valdenir, Val (Rodrigo), Fábio Moura e Luciano Milagres (Toninho); Geraldo (Juninho) e Darciel. Técnico: Alexandre Matos.

CEILÂNDIA 3 x 2 GAMA
Data: 16 de março de 2008
Local: Abadião
Árbitro: Almir Camargo
Renda: R$ 3.485,00
Público: 697 pagantes
Expulsões: Adriano e Léo Gonçalves
Gols: Ésley (pênalti), 17; Carlos Lima (pênalti), 20; Maykon, 55; Thompson, 70 e Carlos Lima (pênalti), 86.
CEILÂNDIA: Sérgio Vittori, Thompson, Adriano, Panda e Boby; Bruno Ramos, Carlos Lima, Macedo e Luiz Fernando (Peu); Rodrigo (Cassius, depois Mineiro) e Rodrigo Félix. Técnico: Ricardo Oliveira.
GAMA: Rafael Córdova, Cleito (Gerson), Ozéia, João Vítor e Maykon; Henrique, Neto, Léo Gonçalves e Marquinhos (Thiago Bezerra); Ésley e Maia (Almir Sergipe). Técnico: Ademir Fonseca.

BRAZLÂNDIA 4 x 2 ESPORTIVO
Data: 16 de março de 2008
Local: Chapadinha (Brazlândia)
Árbitro: Sandro Ricci
Renda: R$ 1.245,00
Público: 329 pagantes
Expulsão: Robson Pirapora
Gols: Fernando, 3; Renato, 10; Léo Guerreiro, 13; Augusto, 19; Dudu Mineiro, 37 e Dida, 82.
BRAZLÂNDIA: Abraão, Renato, Piu e André Martins (Edicarlos); David (Fabrício), Augusto, Daniel, Kiki e Magrão; Leandro Porto (Dida) e Fernando. Técnico: Sílvio de Jesus.
ESPORTIVO: Cláudio, Wellington Cássio, Élton, Saul e Robson Pirapora; Valmir (Simão), Cadu (Márcio Paraíba), Paulo César Jabuticaba e Anderson Paraíba (Dudu Mineiro); Gustavo Lopes e Léo Guerreiro. Técnico: Marquinhos Bahia.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

PARTICIPAÇÕES EM CAMPEONATOS BRASILIENSES DE FUTEBOL



Primeiro clube de futebol fundado em Brasília, em 1957, antes mesmo da inauguração de Brasília, em 1960, o CLUBE DE REGATAS GUARÁ é a agremiação com o maior número de participações na Primeira Divisão do Campeonato Brasiliense de Futebol, totalizando 40.
O Guará disputou o primeiro campeonato em 1959. Não jogou em 1964, voltou já como profissional em 1965 e permaneceu na Primeira Divisão até 1969.
Paralisou suas atividades por um longo período, só retornando ao futebol em 1976, quando o Humaitá, um dos participantes, teve seu nome substituído por Guará pela Federação Metropolitana de Futebol.
Não disputou o campeonato de 1977 e, depois, emplacou uma sequência ininterrupta até 2006, quando foi rebaixado para a Segunda Divisão, categoria que disputou de 2006 a 2008 e não jogou 2009 e 2010.
Ficará mais um ano longe da elite do futebol brasiliense pois terminou em oitavo e penúltimo lugar no campeonato da Segunda Divisão de 2012.
Eis a relação dos participantes do campeonato brasiliense de futebol, com as respectivas quantidades de participações:

C
CLUBES
PARTICIPAÇÕES
GUARÁ
40
GAMA
37
BRASÍLIA
31
SOBRADINHO
30
CEILÂNDIA
28
TAGUATINGA
23
A. A. LUZIÂNIA
18
TIRADENTES
17
DOM PEDRO II
15
10º
GRÊMIO
14
 
PLANALTINA
14
12º
BRASILIENSE
12
13º
BRAZLÂNDIA
11
 
RABELLO
11
15º
COLOMBO
10
 
COMERCIAL (Núcleo Bandeirante)
10
 
DEFELÊ
10
18º
UNAÍ/ITAPUÃ
7
19º
CEILANDENSE
6
 
CEUB
6
 
CFZ
6
 
CRUZEIRO DO SUL
6
 
NACIONAL
6
24º
ALVORADA
5
 
JAGUAR
5
 
SERVIÇO GRÁFICO
5
27º
CARIOCA
4
 
DESPORTIVA BANDEIRANTE
4
 
GUANABARA
4
 
PARANOÁ
4
 
PEDERNEIRAS
4
 
SAMAMBAIA
4
33º
ARUC
3
 
ATLÉTICO CEILANDENSE
3
 
BOSQUE FORMOSA
3
 
BOTAFOGO-DF
3
 
CANARINHO
3
 
E. C. PLANALTO
3
 
FLAMENGO (Taguatinga)
3
 
HUMAITÁ
3
 
LEGIÃO
3
 
PILOTO
3
 
RELAÇÕES EXTERIORES
3
 
UNIDOS DE SOBRADINHO
3
 
VILA MATIAS
3
46º
A. E. TAGUATINGA
2
 
CAPITAL
2
 
COENGE
2
 
CSU
2
 
ESPORTIVO
2
 
VASCO DA GAMA
2
52º
1º DE MAIO
1
 
A. A. BANCÁRIA
1
 
A. E. EBE
1
 
AMÉRICA
1
 
ASSIBAN
1
 
ATLAS
1
 
ATLÉTICO (Brazlândia)
1
 
BRASIL
1
 
BRASIL CENTRAL
1
 
BRASÍLIA (Taguatinga)
1
 
BRASÍLIA PALACE
1
 
C. A. PLANALTO
1
 
CAMPINEIRA
1
 
COMERCIAL (Planaltina)
1
 
CULTURAL MARIANA
1
 
DÍNAMO
1
 
E. C. BRASÍLIA
1
 
EXPANSÃO
1
 
FLAMENGO (Cruzeiro)
1
 
GUADALAJARA
1
 
GUARANY
1
 
IPASE
1
 
KOSMOS
1
 
LIBERDADE
1
 
META
1
 
MINAS
1
 
NOVO HORIZONTE
1
 
PACHECO FERNANDES DANTAS
1
 
PIONEIRA
1
 
PORTUGUESA
1
 
PRESIDÊNCIA
1
 
RADIUM
1
 
SANTA MARIA
1
 
SERVENG CIVILSAN
1
 
SERVIÇO SOCIAL
1
 
SETOR AUTOMOBILÍSTICO
1
 
UNIÃO
1