Total de visualizações de página

domingo, 11 de setembro de 2016

O FUTEBOL NAS CIDADES SATÉLITES: Guará - 2004




A LIFAG - Liga de Futebol Amador do Guará promoveu no ano de 2004 a 24ª edição do Campeonato Amador do Guará.
O Maringá (foto) consagrou-se campeão.

Depois de disputada a fase classificatória, os oito melhores clubes da Primeira Fase formaram dois novos grupos na Segunda. Madureira, Maringá, Sport e Unimed formaram um, enquanto Asa Branca, Brasil, Esparta e Manchester o outro.
Na abertura da Segunda Fase, ocorrida em 27 de junho, os resultados foram os seguintes: Unimed 2 x 1 Madureira, Maringá 1 x 0 Sport, Asa Branca 1 x 1 Manchester e Brasil 2 x 1 Esparta.
A segunda rodada da Segunda Fase foi realizada no dia 4 de julho de 2004, apresentando esses resultados: Unimed 1 x 0 Sport, Maringá 4 x 0 Madureira, Asa Branca 0 x 1 Esparta e Brasil 1 x 0 Manchester.
Os semifinalistas foram conhecidos no dia 11 de julho de 2004, após a realização da terceira rodada da Segunda Fase, cujos resultados foram os seguintes: Esparta 2 x 1 Manchester, Unimed 2 x 1 Maringá e Brasil 4 x 0 Asa Branca.
Assim, foram definidos os cruzamentos das semifinais: Esparta x Unimed e Maringá x Brasil.
As semifinais foram realizadas no dia 25 de julho de 2004. 
Em um dos jogos, Brasil e Maringá empataram em 1 x 1, resultado que favoreceu o Maringá e deu-lhe a vaga na final.

Na outra partida, o Esparta fez um jogo emocionante com o Unimed. O time teve um jogador expulso aos 30 minutos do primeiro tempo e terminou essa fase perdendo por 1 x 0. A equipe voltou para o segundo tempo com muita garra e conseguiu virar o placar para 3 x 1. Nos últimos nove anos, o Esparta esteve em seis finais.

Na final, disputada no dia 31 de julho de 2004, o Maringá jogava pelo empate na prorrogação, mas decidiu a partida no tempo normal, ao derrotar o Esparta por 1 x 0.

Os campeões foram: Cledson, Avelino, Edinho, Adílio, Clécio, Luciano, Jiló, Siri, Alex, Maurício e Tomaz. No banco de reservas: Draco, Robertão, Carlinhos, Cacá, Éder, Raçudo, Dirson e Carlos Márcio. O técnico foi Chaguinha e o Auxiliar-Técnico Marreco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário