Total de visualizações de página

terça-feira, 29 de novembro de 2016

DUELO: PALMEIRAS x CLUBES DO DF


Com a postagem abaixo, estamos iniciando a "Semana Palmeiras", uma homenagem do blog ao novo campeão brasileiro de futebol. Até o próximo domingo, dia 4 de dezembro, quando ocorrerá o encerramento do Campeonato Brasileiro de 2017, e naqueles dias em que ainda não tínhamos um tema agendado, estaremos divulgando algumas postagens que indique envolvimento do Palmeiras com o futebol do DF.
A primeira delas é o DUELO Palmeiras x Clubes do DF.




No último domingo, a Sociedade Esportiva Palmeiras voltou a conquistar o título de campeão brasileiro depois de 22 anos.
O Palmeiras conquistou de forma inquestionável o seu nono título de campeão brasileiro.
Por curiosidade, fomos investigar como é o comportamento do novo campeão brasileiro diante dos clubes do DF. Para nossa surpresa, em se tratando de confrontos do Palmeiras contra clubes do DF no Campeonato Brasileiro (independente da série), a tarefa do alviverde paulista sempre foi complicada.
De 1974 a 2005 foram onze confrontos, assim discriminados:

TOTAL DE JOGOS
11
VITÓRIAS DO PALMEIRAS
3
VITÓRIAS DOS CLUBES DO DF
3
EMPATES
5
GOLS A FAVOR DO PALMEIRAS
18
GOLS A FAVOR DOS CLUBES DO DF (*)
16

(*) sendo: 1 do Brasília, 5 do Brasiliense, 1 do Ceub e 9 do Gama.


A PRIMEIRA VEZ

A primeira vez que o Palmeiras enfrentou um clube do Distrito Federal foi no já distante ano de 1974.
No dia 18 de maio de 1974, Ceub e Palmeiras empataram em 1 x 1. Eis os detalhes desse jogo:

CEUB 1 x 1 PALMEIRAS
Data: 18/05/1974
Local: Presidente Médici (atual Mané Garrincha), Brasília (DF)
Árbitro: Arnaldo César Coelho (RJ)
Renda: Cr$ 23.256,00
Público: 1.890 pagantes
Gols: Edu, 12 e Dilson, 66
CEUB: Édson (Norberto), Luís Carlos, Pedro Pradera, Émerson e Rildo; Alencar e Péricles; Dilson, Juraci, Dario (Gustavo) e Xisté. Técnico: Cláudio Garcia.
PALMEIRAS: Sérgio, Eurico, Arouca, João Carlos e Zeca; Dudu e Jair Gonçalves; Edu, Fedato (Luís Carlos), Ronaldo e Nei. Técnico: Osvaldo Brandão.

A FREGUESIA

Romualdo
Você sabia, que o Gama nunca perdeu para o Palmeiras em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro?
Pois é, foram cinco confrontos, com duas vitórias do Gama e três empates. A primeira vitória foi alcançada no dia 22 de agosto de 1999 e apresentou a seguinte ficha técnica:

PALMEIRAS 0 x 2 GAMA
Data: 22/08/1999 
Local: Parque Antarctica, São Paulo (SP) 
Árbitro: Reinaldo Ribas Vieira (RJ) 
Renda: R$ 126.795,00 
Público: 11.684 pagantes
Gols: Sorato, 61 e Romualdo, 90+1 
PALMEIRAS: Marcos, Arce (Asprilla), César Sampaio (Zé Maria), Agnaldo e Junior; Galeano, Rogério, Alex e Zinho; Paulo Nunes e Oséas (Euller). Técnico: Luiz Felipe Scolari. 
GAMA: Marcelo Cruz, Paulo Henrique, Gerson, Jairo e Rochinha; Deda, Caçapa, Lindomar (Kabila) e Alexandre Gaúcho (Beto); Romualdo e Sorato (Mazinho Loyola). Técnico: Jair Picerni.

Um ano depois, o Gama voltaria a vencer o Palmeiras pelo mesmo placar, desta vez no DF, em jogo que apresentou a seguinte ficha técnica:

GAMA 2 x 0 PALMEIRAS
Data: 13/09/2000 
Local: Mané Garrincha, Brasília (DF) 
Árbitro: Álvaro Augusto de Azeredo Quelhas (RJ)
R$ 51.940,00
Público: 7.194 pagantes
Gols: Romualdo, 32 e 84 
GAMA: Nilson, Paulo Henrique, Gerson (Nen), Jairo e Rochinha; Deda, Sérgio Soares, Lindomar e Romualdo; Juari (Marquinhos Piauí) e Silva (Abimael).Técnico: Mauro Fernandes. 
PALMEIRAS : Sérgio, Arce, Gilmar, Agnaldo e Neném (Tiago Silva); Fernando, Magrão, Flávio e Lopes (Adriano); Juninho (Alberto) e Basílio. Técnico: Marco Aurélio.

Os três empates foram:

19/09/2001 - GAMA 1 x 1 PALMEIRAS
07/09/2002 - PALMEIRAS 2 x 2 GAMA
13/09/2003 - PALMEIRAS 2 x 2 GAMA - Série B

Obs.: o ano de 2002 foi o último do Gama na Série A do Campeonato Brasileiro.

A MAIOR GOLEADA

Reinaldo
Apenas uma vez aconteceu uma goleada nos jogos envolvendo clubes do DF e Palmeiras. Foi no dia 12 de fevereiro de 1984, quando o Palmeiras goleou o Brasília por 4 x 0.

PALMEIRAS 4 x 0 BRASÍLIA
Data: 12/02/1984 
Local: Morumbi, São Paulo (SP) 
Árbitro: Afonso Vítor de Oliveira (PR) 
Renda: Cr$ 10.772.900,00 
Público: 8.729 pagantes
Expulsão: Marco Antônio, do Brasília 
Gols: Reinaldo, 23; Jorginho, 31 e 45 e Vágner (pênalti), 79 
PALMEIRAS: Leão, Ditinho, Luís Pereira (Márcio), Vágner e Carlão; Rocha, Jorginho (Hélio) e Cléo; Robertinho, Reinaldo e Aragonés. Técnico: Carlos Alberto Silva. 
BRASÍLIA: Sidnei, Ricardo, Kidão, Iranil e Zenildo; Marco Antônio, Zé Carlos e Brecha (César); Santos, Cássio e Kleber (Nei). Técnico: Mozair Barbosa.

A ÚLTIMA VEZ

Igor
Na última vez que o futebol do DF teve um representante na Série A do Campeonato Brasileiro, em 2005, também foi quando aconteceu o último encontro entre um clube do DF, no caso o Brasiliense, contra o Palmeiras. Mesmo com um resultado positivo, o Brasiliense não escaparia do rebaixamento.

BRASILIENSE 3 x 2 PALMEIRAS
Data: 27/08/2005 
Local: Serejão, Taguatinga (DF)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR)
Renda: R$ 62.809,00 
Público: 17.323 pagantes
Gols: Igor, 3; Alex Oliveira, 29; Daniel, 41; Igor, 45+1 e Marcinho, 89
BRASILIENSE: Eduardo, Dida (Robston), André Turatto, Régis e Márcio Careca; Deda, Vampeta, Pituca, Alex Oliveira e Iranildo (Tiano) (Joãozinho) e Igor. Técnico: Joel Santana. 
PALMEIRAS: Sérgio, Correa (Baiano), Daniel, Gamarra e Michael; Roger, Marcinho Guerreiro, Juninho Paulista (Washington), Marcinho e Pedrinho (Alceu) e Gioino. Técnico: Emerson Leão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário