Total de visualizações de página

sábado, 12 de novembro de 2016

OS MELHORES DE 2003




Pelo quinto ano consecutivo, o jornal Correio Braziliense promoveu a tradicional votação para se conhecer os melhores do futebol brasiliense no ano de 2003.
A votação teve a mesma fórmula dos anos anteriores, ou seja, os treinadores das doze equipes que disputaram a competição desse ano não puderam votar em jogadores da própria equipe, como na famosa votação de Melhor do Mundo da FIFA.
Por outro lado, quinze representantes da crítica especializada, entre os quatro jornais diários, seis emissoras de rádio e a TV Globo, participaram em algumas categorias e elegeram o melhor treinador.

SELEÇÃO DO CAMPEONATO

Os jogadores eleitos foram:
GOLEIRO: Donizeti (Brasiliense), 5 votos (45%);
LATERAL-DIREITO: Patrick (CFZ), 5 votos (45%);
ZAGUEIROS: Gerson (Brasiliense), 4 votos (36%) e Nen (Gama), 8 votos (73%). Nota: Gilson, do Brasiliense, teve a mesma votação que Gerson, mas perdeu pelo segundo critério de desempate (voto do treinador mais bem colocado);
LATERAL-ESQUERDO: Rochinha (Gama), 4 votos (36%);
VOLANTES: Deda (Gama), 5 votos (45%) e Kabila (CFZ), 8 votos (73%);
MEIAS: Wellington Dias (Brasiliense), 5 votos (45%) e Rodriguinho (Gama), 3 votos (27%). Nota: Mário Zan, do Bandeirante, teve a mesma votação de Rodriguinho, mas perdeu no primeiro critério de desempate (colocação do time);
ATACANTES: Tiano (Brasiliense), 5 votos (45%), e Igor (CFZ), 9 votos (82%).

CRAQUE DO CAMPEONATO

Com 11 votos (42%), Igor, do CFZ, foi eleito o “Craque do Campeonato”. Também foram lembrados: Nen (Gama) e Wellington Dias (Brasiliense), com dois votos, e Abimael, Deda, Leonardo Manzi e Rodriguinho, do Gama, Giovani, do Luziânia, Carioca, Luiz Fernando e Salvino, do Brasiliense, Cassius, do CFZ, e Fabiano, do Unaí, todos com um voto.
Marta Ferreira, do Jornal de Brasília, votou em branco.

REVELAÇÃO DO CAMPEONATO

Igor também foi eleito “Revelação do Campeonato”, com 9 votos (35%). 
O segundo colocado foi Goeber, do Gama, com cinco votos.
A seguir, vieram: Xexéu, do Luziânia, dois votos, e Emerson, Rafael e Rodriguinho, do Gama, Salvino, do Brasiliense, Jonhes, do Bandeirante, Michel, do Dom Pedro II, Cláudio, do Guará, Giovani, do Luziânia, Fabiano, do Unaí e Patrick, do CFZ, todos com um voto.

MELHOR TREINADOR


Reinaldo Gueldini, do CFZ, ficou em primeiro lugar, com 9 votos (60%).

Empatados na segunda colocação, ambos com três votos, Cristiano Baggio, do Gama, e Mozair Barbosa, do Luziânia.





MELHOR ÁRBITRO

Oito árbitros foram lembrados na votação. 

Com quase metade dos votos (13 - 48%), Sérgio Carvalho foi o primeiro.

Wilton Sampaio teve três votos, Jamir Garcêz dois e os demais, um: José Caldas, Luciano Almeida, Alexandre Andrade, Paulo César Sena e Evandro Gomes.

Rogério Ippoliti, da TV Globo, e o técnico Reinaldo Gueldini votaram em branco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário