Total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

CRAQUES DE ONTEM E DE HOJE: Cuca


Elias das Graças Travassos, o lateral-esquerdo Cuca, nasceu em Santarém-PA, no dia 30 de dezembro de 1951. 
Grande revelação do futebol paraense, ele jogou no Clube do Remo, de Belém-PA, de 1972 a 1976.
Chegou ao Guarani em 1977. Estreou num amistoso realizado em 29 de janeiro de 1977, em Itumbiara (GO), contra o time do mesmo nome, com vitória de 3 x 0. Dias depois, em 19 de fevereiro de 1977, fez sua estreia oficial no campeonato paulista, na vitória de 5 x 0 sobre o Velo Clube. Ainda disputaria o campeonato brasileiro desse ano, revezando a titularidade com Miranda. Nessa condição, ainda jogaria o campeonato paulista e o brasileiro de 1978.

Clube do Remo - 1972
Depois do Guarani, jogou na Ferroviária, de Araraquara (SP).
Na Ferroviária, Cuca foi titular absoluto durante todo o Campeonato Paulista de 1978, fazendo sua estreia no segundo jogo do time na competição, em 23.08.1978, em Franca (Francana 0 x 0 Ferroviária). Nos primeiros jogos, foi escalado na lateral direita. Depois, firmou-se na lateral esquerda. Fez sua despedida no dia 1º de abril de 1979, em Ribeirão Preto: Comercial 0 x 1 Ferroviária. Em 36 jogos com a camisa da Ferroviária, Cuca somou 8 vitórias, 16 empates e 12 derrotas. O time marcou 30 gols, sofreu 35 e Cuca assinalou um gol, exatamente contra o seu ex-clube, o Guarani, no empate por 2 x 2 em 29.10.1978. (lembrando que o Campeonato Paulista de 1978 estendeu-se até o ano seguinte).

No Guarani
Blogs e sites existentes hoje colocam Cuca na lateral esquerda do Clube do Remo de todos os tempos.
Voltou ao futebol do Pará, novamente para jogar no Clube do Remo nos anos de 1979 a 1981.
Em 1982 foi contratado pelo Taguatinga, onde ficou até 1983. Disputou quinze jogos pelo campeonato brasiliense de 1982 e 21 pelo de 1983, quando marcou seu único gol com a camisa do Taguatinga.
Sua estreia aconteceu no Serejão, em 10 de junho de 1982, no amistoso em que o Taguatinga foi derrotado pelo Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, por 1 x 0.
De forma oficial, mais de um mês depois, no dia 18 de julho de 1982, também no Serejão, no empate de 0 x 0 com o Ceilândia.
Fez um bom campeonato, ao ponto de ser lembrado para integrar a seleção dos melhores do ano em enquetes realizadas junto aos veículos de comunicação do DF. Na pesquisa feita pelo jornal Correio Braziliense junto a repórteres de rádio, TV e jornal que fizeram a cobertura do Campeonato Brasiliense e indicou os jogadores que mais se destacaram no futebol em 1982, Cuca ficou apenas atrás de Geraldo Galvão na lateral-esquerda.

Clube do Remo
A última vez que vestiu a camisa do Taguatinga foi em 30 de novembro de 1983, na derrota de 2 x 1 para o Guará, em jogo válido pelo triangular final do campeonato brasiliense daquele ano. O Taguatinga ficou na terceira colocação no geral.
Depois que largou o futebol, foi motorista da carro pesado na Comissão de Aeroportos da Região Amazônica - COMARA.
Atualmente, Cuca mora na cidade de Marabá e atua no futebol amador da região.

Colaboração: Vicente Henrique Baroffaldi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário