Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

HOMENAGEM PÓSTUMA: Anderson



Entre os mortos da tragédia de Medellín estava o preparador de goleiros da Chapecoense, Anderson Roberto Martins, conhecido pelos amigos e companheiros como Anderson Boião.
Ele tinha 46 anos, era de Pirapora, no norte de Minas Gerais, e estava na Chapecoense desde 2008.
Aqui no Distrito Federal, Anderson foi goleiro do Sobradinho, de 1992 a 1994, do Brasília nos anos de 1995 e 1996 e voltou a ser goleiro do Sobradinho em 1997 e 1998.
Foram 93 jogos disputados pelo campeonato brasiliense de futebol.



Nenhum comentário:

Postar um comentário