Total de visualizações de página

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

CRAQUES DE ONTEM E DE HOJE: Renê



Fleury Renê Neves, o Renê, nasceu em Araguari (MG), no dia 28 de dezembro de 1949.
Começou a jogar futebol e profissionalizou-se no Fluminense de sua cidade natal, no final dos anos 60.
Passou, depois, um período na Ferroviária, de Araraquara (SP) e no Uberaba (MG).
Seu primeiro time no Distrito Federal foi o Coenge, do Gama, onde fez sua estreia no dia 20 de setembro de 1970, na vitória de 2 x 1 sobre o Grêmio, em jogo válido pelo Campeonato Brasiliense daquele ano.
No dia 4 de outubro de 1970, no campo da A. A. Cultural Mariana, marcou seu primeiro e único gol com a camisa do Coenge no campeonato brasiliense, no empate em 2 x 2 com o Planalto.
O Coenge ficaria na sétima colocação do primeiro turno, sem conseguir classificação para o segundo, que somente seria disputado entre os seis melhores colocados do primeiro.
Em 1971, Renê foi um dos destaques do Coenge na vitória de 1 x 0 sobre a Seleção do Distrito Federal, no dia 14 de março de 1971. Depois, disputou o Torneio “Governador do Distrito Federal”, competição em que o Coenge desistiu antes de seu final. O Coenge também não disputou o campeonato brasiliense desse ano e acabou por ser desfiliado junto à Federação Desportiva de Brasília. Assim, os jogadores pertencentes ao Coenge estavam liberados para disputar partidas por outros times. Nessa situação, Renê tratou de procurar um novo clube, o Ceub, onde viveu a melhor fase em sua carreira, principalmente depois que o clube passou a ser o representante do DF no Campeonato Brasileiro, nos anos de 1973 a 1975. Foram três jogos em 1973, doze em 1974 e doze em 1975.
Fez parte da equipe que mais atuou nos 16 jogos que o Ceub disputou em sua excursão pela África e Europa, em 1975.
Depois que o Ceub desativou seu departamento de futebol profissional, em 1976, após imbróglio que culminou com a perda da vaga do DF no campeonato brasileiro, nesse mesmo ano Renê passou para o Brasília, onde conquistou o título de campeão brasiliense nos anos de 1976 e 1977.
Em 1978 foi contratado pelo Taguatinga e retornou ao Brasília em 1979.
Voltou a viver uma grande fase em sua carreira no Sobradinho, onde jogou nos anos de 1980 e 1981.

Encerrou sua carreira de jogador no Vasco da Gama-DF, onde passou a revezar as funções de jogador e treinador, em 1983. No ano seguinte, 1984, trabalhou apenas como treinador do Vasco da Gama-DF.
Ainda em 1984 foi treinador do Ceilândia, fato que repetiu em 1985.
Em 1986 dirigiu o Tiradentes, sua última participação relacionada ao futebol.
Largou o futebol e foi administrar sua empresa, o Mercado do Renê, em Taguatinga, onde está até hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário