Total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de julho de 2016

AS SELEÇÕES DE BRASÍLIA: VI CAMPEONATO BRASILEIRO DE JUVENIS - 1970



O Distrito Federal participou do VI Campeonato Brasileiro de Futebol Amador (categoria juvenis), Torneio João Havelange, disputado em Santo André (SP), nos meses de fevereiro e março de 1970.
A competição foi organizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD) e foi dividida em duas fases: a preliminar, com quatro grupos, e a final, onde jogaram os vencedores desses grupos.
No grupo 1 estiveram Guanabara e Amazonas (Sergipe desistiu); no 2, São Paulo, Alagoas e Amapá; no 3, Pernambuco, Estado do Rio e Paraná; e no 4, Distrito Federal, Espírito Santo e Minas Gerais.
A estreia da Seleção do DF aconteceu no dia 15 de fevereiro de 1970, com derrota diante do selecionado do Espírito Santo: 2 x 1. O gol brasiliense foi marcado por William, contra, após chute de João José, aos 12 minutos do 2º tempo. Depois, Roger e João Carlos assinalaram os gols capixabas, decretando a virada no marcador.
Formou o Distrito Federal com Dominguinhos, Pedrinho, Gildásio, Paulinho e Chiquinho; João José, Jorrâneo e Nemias; Procópio, Wanderley (Bazan) e Boraes. Técnico: Otaziano. O Espírito Santo atuou com Sérgio, William, Adolpho, Benê e André; Roger e Bolon; Felipe, Humberto (Gato), João Carlos e Alaor. O árbitro do jogo foi Clímaco Tavares, que expulsou de campo o jogador capixaba João Carlos.
Quatro dias depois, uma nova derrota para o selecionado de Minas Gerais fez com que o Distrito Federal não conseguisse classificação para a Segunda Fase.

Humberto Ramos

No dia 19 de fevereiro de 1970, a forte seleção mineira goleou o selecionado brasiliense por 5 x 0. O Distrito Federal formou com Dominguinhos, Pedrinho, Gildásio, Paulinho e Chiquinho (Odair); João José (João Lúcio), Jorrâneo e Nemias; Procópio, Wanderley e Boraes (Bazan). Os mineiros jogaram com Ronaldo, Rodolfo, Valter, Renato e Cláudio; Genival e Humberto Ramos; Ismael (Ângelo), Pedrilho, Lucinho (Campos) e Romeu. O árbitro foi o carioca Luís Carlos Félix. Marcaram os gols mineiros Pedrilho (2), Ismael, Lucinho e Humberto Ramos.


Mirandinha
Minas Gerais tinha uma seleção fortíssima e acabou ficando com o vice-campeonato. Seus principais jogadores eram Antenor, Danival, Humberto Ramos, Pedrilho, Campos e Romeu, todos que depois viriam a brilhar no Atlético Mineiro.
Não chegaram a atuar pela seleção do DF os jogadores Luís Carlos (goleiro), César e Biteta.
Bazan era irmão dos gêmeos Robério e Rogério.
O Campeonato foi conquistado por São Paulo, que tinha como destaques em seu elenco Flamarion e Lindóia, do Guarani, Nenê, Fito e Picolé, do Santos, e Mirandinha, ainda jogador do América, de São José do Rio Preto.

Dominguinhos e Bazan fizeram parte da seleção dos melhores do campeonato, de acordo com a opinião dos cronistas esportivos que acompanharam a competição. Ficou assim constituída a seleção dos melhores do campeonato: Dominguinhos (DF), Moreira (GB), Luiz Carlos (GB), Izaltino (SP) e Cláudio (MG); Flamarion (SP) e Humberto Ramos (MG); Zito (PE), Picolé (SP), Pedrilho (MG) e Bazan (DF).
Logo depois, Dominguinhos foi contratado pelo Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, e Nemias que passou pelo Brasília, de Taguatinga, e pelo Grêmio, assinou contrato com o Colombo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário