Total de visualizações de página

quinta-feira, 7 de julho de 2016

DUELO: BRASÍLIA x TAGUATINGA



X



Brasília e Taguatinga surgiram no ano de 1975, praticamente na mesma época. O Brasília Esporte Clube foi fundado em 2 de junho de 1975. Em 1º de julho de 1975, o Pioneira Futebol Clube efetivou a mudança de nome para Taguatinga Esporte Clube.
Mesmo tendo enfrentado grandes dificuldades durante todos esses anos, o Brasília continua disputando o campeonato brasiliense até hoje. O Taguatinga paralisou suas atividades em 1999.
O Brasília já conquistou oito títulos de campeão brasiliense. O Taguatinga foi campeão brasiliense em cinco oportunidades.
A partir de 1976, no primeiro campeonato de futebol profissional do DF, Brasília e Taguatinga passaram a protagonizar grandes duelos.
E o que ficou para a história desse duelo foi o equilíbrio entre os clubes, senão vejamos:

TOTAL DE JOGOS
91
VITÓRIAS DO BRASÍLIA
29
VITÓRIAS DO TAGUATINGA
29
EMPATES
33
GOLS A FAVOR DO BRASÍLIA
89
GOLS A FAVOR DO TAGUATINGA
76


A PRIMEIRA VEZ

A primeira vez que Brasília e Taguatinga se enfrentaram foi no dia 22 de maio de 1976, no ainda existente estádio Pelezão.
O Brasília não encontrou dificuldades para vencer o Taguatinga por 3 x 0. Os gols foram marcados por Raimundinho, Rogério e Mauro (contra). Francisco Xavier Portugal foi o árbitro do jogo, que rendeu Cr$ 27.290,00.
Formou o Brasília com Édson, Tereso, Jonas Foca, Luís Carlos e Odair; Renê, Raimundinho e Joilson; Ramalho, Rogério (Mineirinho) e Duda. Técnico: Rubens de Freitas. O Taguatinga perdeu com Adriano, Aldair, Mauro, Assis e Chico; Mundinho, Elmo (Douradinho) e Banana; Paraibinha (Dedinho), Bira e Maurício. Técnico: Eurípedes Bueno.

A ÚLTIMA VEZ

No dia 6 de junho de 1999, no Augustinho Lima, em Sobradinho, Brasília e Taguatinga duelaram pela última vez. Um empate de 3 x 3 foi o resultado final desse jogo. A ficha técnica desse jogo foi a seguinte:

BRASÍLIA 3 x 3 TAGUATINGA 
Data: 06.06.1999 
Local: Augustinho Lima, Sobradinho 
Árbitro: Etevaldo Batista 
Gols: Kanu, 34; André, 38; Merrê, 71; Jackson, 85; Kanu, 87 e Jackson, 89 
BRASÍLIA: Gilberg, Durval, Binha, Gaúcho e Assis; Jiló (Duílio), Edmar (Gino), André e Marquinhos; Kanu e Merrê. Técnico: Jorgenei Nery.
TAGUATINGA: Capucho, Charles, Junior, Cuca e Fred; Bira, Marquinhos, André (Pit) e Dequinha; Jackson e Jairo (Amaral). Técnico: Bira de Oliveira.
Entre dez clubes participantes, o Brasília chegou na oitava colocação e o Taguatinga na décima e última.

AS MAIORES GOLEADAS

Justamente por se tratar de um jogo em que geralmente o equilíbrio predominava, nunca aconteceu uma grande goleada nesse duelo.
Por duas vezes o Brasília goleou o Taguatinga, em ambas pelo mesmo placar: 4 x 0, ambas no Pelezão. A primeira em 26 de junho de 1977 e a segunda em 12 de outubro de 1980.
Já o maior placar alcançado pelo Taguatinga diante do Brasília foi 3 x 0, registrado em três ocasiões: 17.11.1985, 29.05.1988 e 02.07.1989, a primeira no Mané Garrincha e as outras duas no Serejão.

A MAIOR SÉRIE DE JOGOS INVICTOS

Nos primeiros 16 jogos desse duelo, de 22 de maio de 1976 a 12 de outubro de 1980, o Brasília não soube o que era perder para o Taguatinga. Foram doze vitórias e quatro empates. Essa série só foi quebrada em 21 de junho de 1981, quando o Taguatinga derrotou o Brasília por 2 x 1, no Serejão.

ONDE FORAM REALIZADOS OS JOGOS

Os 91 jogos entre Brasília e Taguatinga foram disputados em seis estádios do Distrito Federal. O Serejão, em Taguatinga, foi o que mais recebeu o duelo: 50 vezes. Em segundo lugar está o Mané Garrincha, com 21. O extinto Pelezão serviu de palco para o confronto em quinze ocasiões. Depois deles, aparecem Augustinho Lima, em Sobradinho, com três jogos, CAVE, no Guará, e Bezerrão, no Gama, com um jogo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário