Total de visualizações de página

sábado, 8 de outubro de 2016

A PRIMEIRA VEZ A GENTE NÃO ESQUECE: Sociedade Esportiva Ceilandense





A Sociedade Esportiva Ceilandense foi fundada em 8 de outubro de 1979.

O PRIMEIRO PRESIDENTE

No dia 8 de outubro de 1977 reuniram-se à QNM 19, Conjunto J, Casa 46, Ceilândia, para tratar da fundação da Sociedade Esportiva e Recreativa L Norte. Dentre os presentes estavam Manoel da Silva Santos (eleito Presidente), Antenor Veloso Borges, José Carlos Augusto de Oliveira, Hermes Alves Porto, Marcos Antônio R. Veloso, Agenor Veloso Borges, Paulo Henrique R. Veloso, Carlos José Melo Passos, Anísio P. de Sousa e José Jacinto de Freitas.
A nova equipe foi inscrita no Campeonato de Futebol Amador de Taguatinga. A equipe participou ainda dos campeonatos da própria L Norte e da Ceilândia – neste último conquistou dois títulos invicta.
No dia 10 de março de 1994 foi realizada uma assembleia com a participação de todos os diretores e sócios para alteração da razão social da associação. A Sociedade Esportiva e Recreativa L Norte passou a se chamar Sociedade Esportiva Ceilândia. 
Pouco mais de um mês depois, o nome sofreu outra alteração. Em assembleia de 15 de abril de 1994 foi alterado, por unanimidade, de Sociedade Esportiva Ceilândia para Sociedade Esportiva Ceilandense. 

O PRIMEIRO JOGO OFICIAL

PLANALTINA 1 x 1 CEILANDENSE 
Data: 01.05.1994 
Local: Adonir Guimarães 
Árbitro: Hermínio Irani Braz Nunes 
Gols: Lola, 20 e Bazé, 32
PLANALTINA: Fabiano, Serginho, Joel, Waldo e Edinho; Elton, Adilson e Bazé (Dequinha); Artur, Adriano (Toni) e Genilson. Técnico: Carlos Alberto do Carmo Reis (Remo).
CEILANDENSE: Canela, Flávio, Tião, Toni (Claudionor) e Lira; Bezerra, Boni e Lola; Marquinhos, Paulinho (Joselito) e Wadi. Técnico: Bira de Oliveira.

A PRIMEIRA VITÓRIA

GUARÁ 0 x 1 CEILANDENSE 
Data: 29.05.1994 
Local: CAVE 
Árbitro: Eremilson Xavier Macedo 
Gol: Valdeir, 82
GUARÁ: Ricardo Mendes, Avelino, Lidu, Nilton e Ricardo Fernandes; Jone (Touro), Marquinhos Carioca e Ronaldo; Adriano (Diel), Tadeu e Jefferson Santos. Técnico: Francisco Ubiraci "Bira" de Oliveira.
CEILANDENSE: Canela, Vanderlei, Bezerra, Tião e Juscelino; Claudionor, Carlinhos e Auro (Marquinhos); Adolfo (Wadi), Valdeir e Lola. Técnico: Bira de Oliveira.

O PRIMEIRO JOGO NO CAMPEONATO BRASILEIRO

O Ceilandense participou pela primeira vez de uma competição nacional no ano de 1995. Fez parte do Grupo 9 do Campeonato Brasileiro da Série C, ao lado de Tiradentes, de Brasília, e dos goianos Anápolis e Vila Nova.
Na estreia, no dia 27 de agosto de 1995, com a equipe reformulada, fez o que para muitos parecia impossível: venceu o campeão goiano, Vila Nova, por 1 x 0, no Serejão, gol de Wendell, aos 30 minutos do segundo tempo. Chegou aos nove pontos ganhos, não suficiente para passar de fase. Foram três vitórias e três derrotas.

O PRIMEIRO TÍTULO DE CAMPEÃO

CEILANDENSE 2 x 1 BOTAFOGO-DF
Data: 17.10.2009
Local: CAVE, Guará (DF)
Árbitro: Rodrigo Raposo (DF)
Renda: R$ 10.630,00
Público: 6.962 pagantes
Expulsões: Edicarlos, do Ceilandense, e Glauco, do Botafogo
Gols: Geraldo, 38; Alcione, 90 e Iron, 90+3
CEILANDENSE: Veloso, Alex, Lídio, André Nunes e Djalminha; Betson, Oliveira (Gustavo), Iron e Kabrine (Gleison); Edicarlos e Geraldo (Keké). Técnico: Gerson Vieira.
BOTAFOGO: Donizeti, Clein (Diego Portela), Lucas Souza, Luan e Rafinha; Marcinho (Reinaldo), Leís, Alcione e China (Glauco); Léo Guerreiro e Túlio Maravilha. Técnico: Marquinhos Bahia.

Com esse resultado, o Ceilandense venceu o Campeonato Brasiliense da Segunda Divisão. Perdeu apenas um jogo dos nove disputados.
Esse é o único troféu de campeão do Ceilandense no futebol profissional do DF.
Edicarlos, do Ceilandense, foi o artilheiro do campeonato, com 7 gols, ao lado de Túlio Maravilha, do Botafogo-DF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário