Total de visualizações de página

domingo, 16 de outubro de 2016

VOCÊ SABIA?




Que o futebol brasiliense já teve um candidato à Presidência da Confederação Brasileira de Desportos, atual Confederação Brasileira de Futebol?
A diretoria da Federação Metropolitana de Futebol, reunida no dia 9 de dezembro de 1974, resolveu, por unanimidade, indicar o nome do seu Presidente, Wilson Antônio de Andrade (foto), como candidato às eleições de 2 de janeiro de 1975, em substituição a João Havelange, eleito presidente da FIFA.

Wilson de Andrade justificou sua candidatura, esclarecendo que não era contra a indicação do Ministro Ney Braga (Almirante Heleno Nunes), mas contra uma eleição onde apenas um candidato disputaria os votos das 124 federações filiadas à CBD (que acolhia também representações de todo o esporte amador no Brasil).
A ideia surgiu depois que Wilson de Andrade esteve em Recife e João Pessoa, cidades do Nordeste onde João Havelange foi homenageado e, ali, começou a fazer as primeiras sondagens antes de proclamar sua candidatura.

A primeira indicação para formar a chapa com Wilson de Andrade era a de Rubem Moreira, presidente da Federação Pernambucana de Futebol, que entretanto, preferiu ficar alheio à luta eleitoral da CBD, não se candidatando mais a qualquer posto na entidade.
O que para muitos seria uma autêntica “zebra”, porém, foi espantada pouco mais de uma semana depois.
No dia 19 de dezembro de 1974, após o banquete em homenagem a João Havelange no Hotel Plaza San Rafael, em Porto Alegre, ficou definitivamente acertado que o Almirante Heleno Nunes seria candidato único à presidência da Confederação Brasileira de Desportos nas eleições de janeiro de 1975 depois que Wilson de Andrade resolveu retirar sua candidatura e também assinou manifesto apresentado por Rubens Hoffmeister de apoio a Heleno Nunes.
Os presidentes das federações de Pernambuco, Paraná, Pará e Paraíba também assinaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário