Total de visualizações de página

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O PRIMEIRO GRITO DE “É CAMPEÃO!” DO TAGUATINGA





Oficialmente, o Taguatinga Esporte Clube surgiu em 1º de julho de 1975, quando aconteceu a Assembleia Geral Extraordinária para a transformação do Pioneira Futebol Clube em clube profissional de futebol, a mudança do nome para Taguatinga Esporte Clube e a troca das cores do uniforme para azul e branca.
No ano seguinte, 1976, o Taguatinga participou de sua primeira competição oficial. De 14 de fevereiro a 10 de abril de 1976, tomou parte do Torneio Imprensa, que se tornou a primeira competição oficial no novo regime profissional do DF.
Além do Taguatinga, a competição contou com a participação de outras cinco equipes: Brasília, CEUB, Gama, Grêmio e Humaitá.
Nos cinco jogos que disputou, o Taguatinga venceu quatro e perdeu um, somando dez pontos ganhos e ficando com a segunda colocação no torneio. Perdeu o título de campeão para o Grêmio Esportivo Brasiliense, que teve a mesma pontuação, mas um saldo de gols melhor que o Taguatinga. Formou o Taguatinga em sua última partida com Carlos José, Aldair, Dão, Assis e Chico; Pedrinho, Nemias e Ernani Banana; Maurício, Zé Carlos (Paraibinha) e Dinarte (um dos artilheiros do torneio, com três gols).
Em seguida, o Taguatinga foi o quarto colocado no campeonato brasiliense de 1976.
O Taguatinga disputou três competições oficiais em 1977: o segundo Torneio Imprensa, quando ficou com a nona e última colocação; o Torneio Incentivo, no qual ficou com o segundo lugar ao ser derrotado pelo Gama na final, e o campeonato brasiliense, chegando em terceiro lugar.
Veio o ano de 1978 e nada de título para os lados do Taguatinga. Foram mais duas tentativas e nada!
No Torneio Incentivo, chegou a vencer o 1º turno. Na decisão do torneio, contra o Gama, campeão do 2º, o título de campeão ficou com o Gama após dois jogos e dois empates de 0 x 0, perdendo na disputa de pênaltis, por 4 x 3.
Em 1979, o Taguatinga voltou a ter três chances de conquistar seu primeiro título de campeão.
O ano começou com a disputa do Torneio Seletivo, realizado pela Federação Metropolitana de Futebol no período de 4 de março a 8 de abril de 1979, com a finalidade de escolher o clube que ocuparia a segunda vaga no Campeonato Brasileiro versão 1979, reservada para o Distrito Federal. Participaram do Torneio Seletivo somente os clubes que disputaram o Campeonato de Profissionais do DF de 1978, com exceções do Brasília E. C., por ter sido o campeão do ano anterior, e do Grêmio, que não quis disputar.
O Taguatinga foi mal nos dois turnos e ficou sem a vaga e sem o título.
Veio, então, o campeonato brasiliense de 1979, disputado por seis equipes, em três turnos. O Taguatinga ficou em quarto lugar.
No mês de dezembro de 1979 a Federação Metropolitana de Futebol promoveu o Torneio Incentivo, que contou com a presença de apenas três clubes: Desportiva Bandeirante, Sobradinho e Taguatinga.
Finalmente, o Taguatinga conquistou o seu primeiro título de campeão!
E veio de forma inesperada. O Taguatinga Esporte Clube havia dispensado todo o seu elenco de profissionais e foi representado pela seleção da UET - União dos Esportes de Taguatinga. Seu treinador titular, Raimundinho, estava viajando pelo Sul do País com a finalidade de contratar reforços para o Campeonato Brasiliense de 1980.
O torneio começou no dia 9 de dezembro de 1979, no estádio Augustinho Lima, com a vitória do Sobradinho sobre a Desportiva Bandeirante, por 2 x 1.
A tabela determinava que o segundo jogo fosse Sobradinho x Taguatinga, no dia 13 de dezembro, também no Augustinho Lima. Ou seja, se o Sobradinho vencesse acabava com mais uma chance do Taguatinga conquistar o seu primeiro título de campeão.
Mas o Taguatinga resistiu bravamente à pressão do Sobradinho e venceu por 3 x 2, com dois gols de Wilton e um de Bolinha.
O último jogo do torneio, entre Taguatinga e Desportiva Bandeirante foi realizado no dia 16 de dezembro, no estádio Serejão.
Empatando ou vencendo por qualquer placar, o Taguatinga seria campeão. À Desportiva Bandeirante só restava a vitória com uma diferença de dois gols para conquistar o título.
No primeiro tempo, o Taguatinga saiu na frente, com um gol de Wilton. Aos dez minutos do segundo tempo, a Desportiva Bandeirante empatou e partiu para o abafa na ânsia de conquistar mais dois gols.
Mas foi o Taguatinga que marcou novamente, através de Zé Vieira, passando a controlar o jogo até o seu final e comemorando o seu primeiro título de campeão de sua história.
A ficha técnica desse jogo foi a seguinte:

TAGUATINGA 2 x 1 DESPORTIVA BANDEIRANTE
Data: 16.12.1979
Local: Serejão, Taguatinga (DF)
Árbitro: Ataíde Castro Reis
Gols: Wilton, 33; Fernando, 55 e Zé Vieira, 73
TAGUATINGA: Índio, Tonhão, Baeta, Valdemir e Mauro; Bolinha, Messias e Hollywood; Milton, Wilton e Zé Vieira. Técnico: Altair Alexandre da Silva.
DESPORTIVA BANDEIRANTE: Júlio César, Pedrão, Chuvisco, Gilberto e Déo; Paulinho, Maurício e Coutinho; Romeu, Wellington e Geraldo. Técnico: Rubens Coutinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário