Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

A PRIMEIRA VEZ A GENTE NÃO ESQUECE: Esporte Clube Canarinho



O Esporte Clube Canarinho foi fundado em 20 de outubro de 1973, na Associação Portuguesa, na cidade de Taguatinga (DF), mas somente no dia 25 de março de 1975 solicitou filiação à Federação Metropolitana de Futebol.

A PRIMEIRA DIRETORIA

A primeira diretoria ficou assim composta: Presidente - Manoel Ramos dos Santos; Vice-Presidente - Evilásio Meira de Souza; Secretário Geral - Raimundo Meira de Souza; 1º Tesoureiro - Expedito Geraldo de Lima; 2º Tesoureiro - Alzerino Cardoso; Conselheiro - João Milani de Souza; Diretor de Futebol - Francisco Araújo Freitas; Diretor de Relações Públicas - Severino Erasmo de Lima; Vice-Diretor de Futebol - Ramiro Cardoso e Supervisor de Futebol - Manoel Gomes Feitosa Neto.

AS PRIMEIRAS CORES

Conforme consta dos estatutos do clube publicado no Diário Oficial de março de 1975, as cores dos uniformes do Canarinho seriam verde e branca, podendo o pavilhão do clube ser amarelo e verde. Ou seja, nada a ver com o amarelo e preto do escudo acima que, é bem provável, tenha surgido depois que o clube solicitou transferência para a cidade de Brazlândia.

A PRIMEIRA PARTIDA OFICIAL

O Canarinho foi um dos oito clubes que disputaram o campeonato brasiliense de 1975, ainda no amadorismo. 
Fez sua estreia no dia 20 de setembro, no Pelezão, com vitória de 1 x 0 sobre o Guadalajara, gol de Peba, aos 25 minutos do 1º tempo.
Sob arbitragem de Racib Elias Ticly, o Canarinho formou com Paulemiro, Ivã, Divino, Cruzeiro e Roberto; Antônio João da Costa Lima, Peba e Flavinho (Oliveira); Chiquinho, Belo e Juvêncio. Técnico: João da Silva.
Detalhe: Paulemiro não era goleiro; jogou improvisado!

Uma das formações do Canarinho em 1976

A PRIMEIRA PARTIDA OFICIAL NO PROFISSIONALISMO

CEUB 2 x 0 CANARINHO 
Data: 24.04.1976 
Local: Pelezão 
Árbitro: Oswaldo dos Santos
Renda: Cr$ 27.000,00
Gols: Xisté, 85 e Alencar, 90
CEUB: Paulo Victor, Chiquito, Décio, Cláudio Oliveira e Nonoca; Alencar, Moreirinha (Mauro) e Xisté; Lino (Lucas), Eduardo e Gilbertinho. Técnico: João Francisco.
CANARINHO: Édson, Cruzeiro, Déo, Ivã e Diogo; Mauro (Ozias), Peba e Roberto; Chiquinho, Belo e Juvêncio (Tuca). Técnico: João da Silva.

A PRIMEIRA VITÓRIA NO PROFISSIONALISMO

CANARINHO 1 x 0 GAMA
Data: 05.06.1976 
Local: Pelezão
Obs.: preliminar de Ceub x Brasília
Árbitro: Ademar Pereira da Cruz 
Gol: Belo, 1
CANARINHO: Itamar, Cruzeiro, Ivã, Toinho e Diogo; Nilton, Peba e Roberto; Chiquinho (Augustinho), Belo e Juvêncio (Mauro). Técnico: João da Silva.
GAMA: Morais, Bastos (Bill), Serginho, Santana e Carlão; Dequinha, Chicão e Galego; Almir, Zé Luiz e Oscar. Técnico: Jesus Santos.

O PRIMEIRO TÍTULO DE CAMPEÃO

Apesar de sua curta existência (outubro de 1973 a fevereiro de 1978), o Canarinho conquistou um título de campeão.
Em sua primeira participação em torneios realizados pela Federação Metropolitana de Futebol, no ano de 1975, o Canarinho venceu o Torneio Quadrangular da FMF, que contou com quatro clubes: o Canarinho, Guadalajara, Humaitá e Relações Exteriores.
Ficou com o título de campeão, após a seguinte campanha: no dia 6 de julho, derrotou o Guadalajara, por 2 x 0; no dia 12 de julho, empatou em 0 x 0 com o Relações Exteriores; o título veio após a vitória de 3 x 1 sobre o Humaitá, em 3 de agosto de 1975.

Nenhum comentário:

Postar um comentário