Total de visualizações de página

domingo, 30 de outubro de 2016

AS DECISÕES: Campeonato Brasiliense de 1995




Brasília e Gama não passaram de um empate por 0 x 0, no dia 28 de setembro de 1995, no CAVE, na primeira partida decisiva do Campeonato Brasiliense.
Os times começaram o jogo com muita cautela, se estudando. O Gama tinha mais a posse de bola, mas só fez uma jogada perigosa aos doze minutos, através de Carlinhos.
A primeira chance do Brasília só surgiu aos 26 minutos, num chute de Wender.
O segundo tempo começou nervoso, com muitas faltas. Até que, aos 11 minutos, o Gama perdeu o zagueiro Gerson. Num lance sem bola, o atacante Marquinhos, depois de ser derrubado pelo zagueiro, desferiu-lhe um soco no nariz, que provocou um corte. Gerson deixou o campo sangrando muito. O árbitro e o bandeirinha alegaram que não viram a agressão e Marquinhos não foi punido. Depois disso os times se acalmaram mais, criaram algumas jogadas de gol, porém, sem sucesso, e o empate acabou sendo justo.

BRASÍLIA 0 x 0 GAMA 
Data: 28.09.1995 
Local: CAVE 
Árbitro: Nilton Castro de Souza
Renda: R$ 1.020,00
Público: 204 pagantes
BRASÍLIA: Anderson, Chiquinho, Régis, Binha e Edilson; Nino, Gerson e Wender; Milton (Cilas), Marquinhos e Edmar. Técnico: Carlos Alberto do Carmo Reis (Remo).
GAMA: Márcio, Chaguinha, Gerson (Márcio Araújo), Jairo e Paulo Henrique; Mozer, China e Pacheco (Flávio Katioco); Carlinhos, Marcelo França e Gilmar (Helinho). Técnico: Joel Martins da Fonseca.

Por ter acontecido empate no primeiro jogo, as duas equipes entraram em igualdade de condições no segundo, realizado no dia 8 de outubro, no Bezerrão. Se ocorresse empate novamente, haveria prorrogação; se preciso, cobrança de pênaltis.
O Brasília abriu o marcador com um gol contra do volante Mozer. Ainda no primeiro tempo, Paulo Henrique empatou para o Gama.
Aos sete minutos do segundo tempo, o mesmo Mozer marcou o gol da vitória e do título de campeão do Gama.

GAMA 2 x 1 BRASÍLIA 
Data: 08.10.1995 
Local: Bezerrão 
Árbitro: Luciano Almeida
Expulsão: Gerson, do Gama
Gols: Mozer (contra), 29; Paulo Henrique, 41 e Mozer, 52
GAMA: Márcio, Chaguinha, Gerson, Jairo e Márcio Araújo; Mozer (Pacheco), China e Paulo Henrique; Carlinhos (Renato), Marcelo França e Gilmar (Flávio Katioco). Técnico: Joel Martins da Fonseca.
BRASÍLIA: Anderson, Nilton César (Wender), Régis (Dida), Binha e Edilson (Milton); Nino, Gerson e Palhinha; Chiquinho, Marquinhos e Edmar. Técnico: Carlos Alberto do Carmo Reis (Remo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário